styling

Dica de styling #1

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Eu estudei muito consultoria de imagem para perceber que não é só no que vestir que as pessoas têm dificuldades, mas também em como vestir. Na verdade muitas vezes o que dá um toque de arrumada ou desleixada é a forma como cada detalhe entra no visual.

Hoje eu trago um dica bem simples, mas que vocês vão perceber a diferença que dá no look, que é como deixar a camisa/camiseta/blusa. Aqui separei algumas ideias que podem ser usadas facilmente e vão mudar muito a composição do todo.

Um lado para dentro

Desktop24

Uma forma legal de usar a camisa é colocar somente um dos lados para dentro da calça, fica bem moderno e dá um feito bem legal.

A parte do meio (ou lado) para dentro

Desktop25 Aqui temos três opções usando o meio da blusa para dentro da roupa, e uma usando a parte de lado. Você pode fazer isso na frente do espelho, ou tirar uma foto, para ver qual opção prefere. Claro que isso também depende do tipo de roupa que você está usando, mas dá para sempre tentar uma dessas duas opções.

Por último encontrei no Pinterest alguns “antes e depois” que ilustraram bem a diferença enorme que esse truque faz:

134e439364d6d8850b56a7dd7c93c1f7 Half-Tuck2 e1fa9ee32c51b678ba0c81b117863edc

Curso consultoria em imagem e estilo – Como vim parar aqui?

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Quem me acompanha no Instagram (@oliveirajessica) viu que há algumas semanas atrás eu postei fotos no curso de Consultoria em Imagem e Estilo que fiz em São Paulo – na faculdade Belas Artes. Esse curso surgiu numa hora completamente inesperada/ideal da minha vida: ano passado eu havia visto que esse curso estava aberto na BA, e não me inscrevi… Meses depois procurei o curso de novo e estava fechado, mas coloquei meu e-mail naquele campo que diz que se abrir turma eles irão te avisar. Bem na última semana no meu ex-emprego chega o e-mail da faculdade me dizendo que havia aberto a turma e as aulas começariam um dia depois da minha volta dos EUA, prazo exatamente perfeito para eu poder começar o curso sem perder nada, já que seria um curso muito rápido eu nem podia me dar esse luxo.

10520630_738822482846511_7685364614242361417_n bônus do curso – fazer amizades que parecem da vida toda <3 só gente talentosa, querida e criativa

A minha ideia inicial era usar o conhecimento do curso para mim mesma, para os vídeos e também para o blog, mas depois de me aprofundar nesse universo eu acredito que esse seja o rumo que eu quero tomar na minha vida de agora em diante. Claro que para isso acontecer ainda tem muito chão, eu já comprei vários livros sobre moda, estou estudando todos os dias sem exceção, vendo muitos programas como “How do I look?” e “What not to wear” (sei que o estilo das americanas é diferente do nosso, mas sempre aprendemos alguma coisa legal vendo esse tipo de programa).

IMG_1323 IMG_1317

alguns dos meus novos companheiros

A parte difícil para mim até agora está sendo encontrar o equilíbrio e me libertar de algumas regras para repassar os conhecimentos. Como comentei nesse post aqui eu acho que cada um deve usar o que te faz sentir bem, então eu detesto dizer: faça isso ou não faça aquilo (afinal quem sou eu, né?)

Ainda sobre o curso, é impossível sair de lá e imediatamente atuar na área, a não ser que você já tenha formação em Moda – que não é o meu caso – então sei que meu caminho vai ser mais longo, mas posso dizer que tudo que aprendi lá me deixou maravilhada e ansiosa para viver nesse mundo completamente novo para mim, e me sinto na direção certa. Mês que vem tenho um curso focado em coloração pessoal para fazer, em outubro irei começar outro curso mais aprofundado na área (com duração de dois meses) e já tenho um workshop em vista no mês de novembro. Curso é o que não falta, e é bem importante nessa área estar constantemente atualizado.

Agora vou contar um pouquinho bem resumido de algumas das coisas que mais gostei de ter aprendido no curso:

Campo de atuação profissional: aqui a gente aprendia quais são as possíveis áreas de atuação de um profissional dessa área e tínhamos várias outras ideias incentivadas pela professora para pensarmos fora do básico e do que já existe por ai, explorando os mais diversos nichos de mercado.
Montagem do dossiê: aprendemos como montar o dossiê da cliente, como analisar o estilo de vida, o que ela gosta, o que não gosta, para a partir daí dar as sugestões de looks, e etc.
Questionário do cliente: é a partir desse questionário que é possível entender o que o cliente busca, como é o estilo de vida dele, tornando possível começar o trabalho de consultoria.
Harmonias de cores no aconselhamento de imagem e suas escolhas de acordo com o efeito pretendido: cada cor tem um impacto, podendo passar uma imagem de autoridade, delicadeza, sofisticação, e de acordo com cada ocasião será necessário encontrar a cor ideal que irá refletir a imagem que você quer passar.
A relação do consultor de Imagem com o cabeleireiro e maquiador: um consultor nunca trabalha sozinho, seus parceiros podem ser visagistas, dermatologistas, dentistas, e tudo isso vai depender da necessidade de cada cliente, por isso é muito importante conhecer um pouco da atuação de cada um desses profissionais para saber indicar o correto para o cliente.

10464292_548388295288137_2829842151942702763_n

Eu espero de verdade poder ajudar cada um que está acompanhando o blog a se encontrar e se sentir melhor consigo mesmo, sem precisar gastar horrores e sem perder a sua identidade.

Nos próximos posts eu vou falar:
O que é consultoria de imagem e estilo?
Existe diferença entre consultor de imagem e estilo e personal stylist?
Como você pode começar?

Não perde, não!