o que fazer em Curitiba

O que fazer em Curitiba: Chokolat Chocolateria

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Acho que uma das minhas coisas preferidas de morar em uma cidade mais fria são as opções de comidas (e bebidas) quentes. Eu simplesmente amo ir para locais como cafés e curtir o climinha frio com alguma companhia agradável. Na última semana eu descobri esse lugar gostoso que é o Chokolat Chocolateria, só de pensar no nome chocolateria já dá um desespero para comer chocolate, o menu deles é maravilhoso e agora no inverno tem sopas.

Fonte: Altos agitos
Fonte: Altos agitos

Honestamente eu nunca fui fã de sopa, então pra você me ver recomendando a sopa de algum lugar, é porque é muito boa MESMO. Eu pedi a de carne seca com aipim e a minha amiga pediu de creme de pinhão (a da foto). Também pedimos um bolo desconstruído e sai de lá com a sensação de que eu teria que voltar o quanto antes e conhecer o menu todo deles.

Fonte: facebook chokolat
Fonte: facebook chokolat

Se você está procurando um lugar aconchegante, com comidinhas boas e doces maravilhosos pode ir pra lá que eu tenho certeza que você vai amar.

fonte: facebook chokolat
fonte: facebook chokolat

Serviço: Chokolat
Avenida do Batel, 1190

Hard Rock Curitiba

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

No final do mês de maio inaugurou o Hard Rock Cafe, em Curitiba. E como era de se esperar, o sucesso foi tanto que para você conseguir saborear os deliciosos pratos e drinks obrigatoriamente tinha que enfrentar uma boa fila. Por causa disso, desanimei de ir nas primeiras semanas, mas finalmente fui conhecer o local e contar para vocês algo que sei que estão todos curiosos para saber: quanto custa para comer lá?

IMG_7477-001

Não é nada fora dos padrões, mas também não é o preço mais friendly de todos, o importante é dizer que o ambiente é extremamente agradável, com atendimento de primeira e trilha sonora maravilhosa. Por isso, em vez de contar para vocês com as minhas palavras se vale ou não a pena o valor, eu fiz melhor que isso e sim, fotografei o menu e vocês podem conferir clicando AQUI.

IMG_7475-001
O segundo piso do bar
IMG_7468-001
O primeiro piso com telão passando clipes de músicas ótimas

Eu escolhi tomar o drink (alcohol-free) Berrilicius, que era um xarope de framboesa, com purê de morango e suco de laranja e estava muito bom. Para comer escolhemos três opções de “petiscos”, Potato Skins, que são batatas recheadas com bacon (não preciso falar mais nada, se tem bacon, eu estarei comendo e feliz), Tupelo Chicken Tenders, que são peitos de frangos empanados com molhos, e Rockin’ Wings, que são asinhas de frangos com um tempero bem apimentado, eu geralmente AMO pimenta, mas pedimos essa não muito apimentada e mesmo assim foi BEM tenso. Hahaha.

IMG_7450-001
Dica valiosa: vá com bons amigos <3

IMG_7469-001

Como funciona: o Hard Rock abre para almoço e jantar, nós fomos no jantar, pegamos uma fila até meio “leve” (uns 30 minutos) só para entrar, dai quando você entra você pode ir direto para o bar ou pedir mesa, dai para pegar mesa demoramos mais uns 30 minutos. Enquanto isso ficamos no balcão do bar, com aqueles pagers eletrônicos que vibram e acendem na sua vez.

IMG_7476-001
Parte da decoração falando sobre as refeições favoritas do Elvis <3
IMG_7473-001
A primeira roupa da direita para a esquerda a Britney Spears usou no palco de um show cantando “Baby one more time”

Bom acho que não esqueci de contar nada. Espero que vocês tenham gostado do post.

O que fazer em Curitiba: Lucca Cafés Especiais

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Lembro que quando eu entrei na faculdade de jornalismo eu idealizava muito ir com meu notebook trabalhar em um café, achava isso tão europeu, hahaha. O mais legal é que não foi com jornalismo, mas essa se tornou uma realidade na minha vida, e sempre que vou encontrar clientes, colegas e amigos eu acabo preferindo ir para algum desses lugares. Dai esses dias fui encontrar uma ex-colega de trabalho e ela sugeriu irmos ao Lucca Café, e eu fiquei tão encantada com esse lugar que quis compartilhar aqui.

Além de servir café (é claro!), o menu conta com pratos executivos, várias opções de lanches, doces, salgados, chás, cervejas e vinhos. Eu acabei pedindo uma soda italiana, já que nesse dia não estava frio e apesar de amar cafés (o local) não curto café (a bebida). Mas falando em café, os de lá são torrados e moídos no próprio local, além disso eles tem várias opções de filtragem. Ainda tem café para levar para a casa, como cápsulas para Nespresso, xícaras e outros acessórios.

fonte: site Lucca Café
fonte: site Lucca Café

Como eu disse, é mais uma opção para trabalhar fora de casa, em um ambiente bem tranquilo e com acesso a rede Wi-Fi, além de ser um aconchegante e agradável. Aqui em Curitiba não faltam lugares assim, e parece que sempre tem alguma novidade para conhecermos. Por isso anote essa dica, e deixe em seu roteiro, você não vai se arrepender.

Serviço: Lucca Batel
Al. Presidente Taunay, 40 Batel

Pedreira em Campo Magro – Vale a pena conhecer?

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Esse sábado finalmente fui conhecer a tal lagoa que se formou em uma pedreira em Campo Magro, região metropolitana de Curitiba. Algumas amigas já haviam comentado sobre esse local, e sempre tive curiosidade de conhecer, as fotos de lá são bem bonitas e ter um lugar assim pertinho de casa e não ir pelo menos uma vez na vida seria absurdo.

49_full Crédito das imagens: Sena Lima Fotografia

6330786020_ba645c545c_z

O acesso ao local é bem ruim, tem vários quilômetros de estrada de chão, e é bem afastado de tudo – eu sugiro que quem for para ficar bastante tempo leve lanche, água e tudo mais, já que não existe nada a venda por perto.

A lagoa é bem funda, procurei algumas informações online e diz ter de 20 a 50 metros de profundidade, ou seja, só entre se você souber realmente nadar. Por ser uma propriedade “privada”, criada através de explosões de dinamites por uma empresa, a prefeitura da cidade não consegue cuidar da região e deixá-la apta para o turismo, então essa parte é um ponto negativo, já que apesar de ser bonito nas fotos o local é meio abandonado.

Como ficou famoso no boca a boca (e não é um ponto turístico oficial), não existem muitas placas ensinando a chegar lá, eu achei pelo GPS e indicação de amigos mesmo, mas isso não impede de ser muito frequentada, no dia que eu fui já era quase pôr-do-sol e tinha umas 15 pessoas. Ouvi dizer que no verão enche muito e que as vezes não é tão tranquilo estar lá, já que os frequentadores gostam de colocar músicas altas.

IMG_6724

Achei válido ir lá conhecer, mas não é algo que eu faria muitas outras vezes, levei um pouco mais de 40 minutos para chegar lá saindo do Bigorrilho, em Curitiba, e como comentei a estrada não é das melhores. Dias de chuva o carro pode atolar facilmente, então cuidado. Para quem não conhece ainda, vale a pena ir para conhecer, já que é sempre bom estar em contato com a natureza e dar uma desacelerada. Se quiser conferir a localização, clique AQUI.

 

Gastronomia: Terrazza 40

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Hoje é aniversário do meu marido e decidi levá-lo a um restaurante que sempre quis ir, mas nunca lembrava de reservar: o Terrazza 40 (a noite raramente você consegue mesa sem reserva com pelo menos uma semana antecipada).

IMG_6317

Nós fomos na hora do almoço e foi bem melhor que eu imaginava, como é um restaurante panorâmico você consegue ver a cidade (quase) toda, e ele fica no topo de um prédio bem alto, então durante o dia a vista é sensacional, mas a noite deve ser lindo ver todas as luzes da cidade <3
IMG_6336

IMG_6334

Eu pedi um Mignon con Risotto al Funghi e o Gustavo pediu um Arancine de gorgonzola, a sobremesa foi uma torta de alfajor DI VI NA.

IMG_6341

Quando eu voltar lá quero ir no pôr do sol, dai consigo novamente ver a cidade de dia e a noite.

Serviço:
Terrazza 40 – Restaurante Panorâmico
R. Padre Anchieta, 1287 Cobertura – Bigorrilho, Curitiba – PR
(41) 3014-0141