melhores de curitiba

Cuidados com os cabelos: cortando e hidratando (escova catiônica)

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Vou confessar uma coisa aqui: fazia MESES que eu não tinha a menor ideia do que fazer com os meus cabelos. Eu queria cortar bem curto (Long Bob) e deixar ele mais claro, mas ao mesmo tempo eu queria tentar deixar ele descansar mais um pouco das químicas. Dai pensava em deixar ele médio, só fazer poucas luzes, enfim, indecisão mesmo, mesmo.

Nisso eu passei a fugir do salão, porque sabia que qualquer coisa que eu fizesse com indecisões tão fortes, eu iria me arrepender. Ontem finalmente criei coragem, e fui lá quase decidida: manter a cor do jeito que estava, tirar uns 5 dedos das pontas que estavam bem ressecadas, hidratar e refazer uma amiga de longa data – a franja!

Cabelo

Sai bem contente com o resultado, principalmente por causa da “hidratação” que fiz, que na verdade foi uma “Escova Catiônica Gloss” da marca RedKen, que deu outra vida para o meu cabelo. O corte também conseguiu tirar aquelas “pontas ralas” que o excesso de química tinha deixado, agora to me sentindo com os cabelos bem mais leves, soltos e principalmente macios. Não tem sensação melhor, não é?

IMG_2829-001

A fofa da assistente da minha cabeleireira me escreveu o passo a passo da escova, para vocês entenderem mais sobre essa maravilha (que é feita direto no lavatório e você não perde tanto tempo) e dura em média 30 minutos entre a aplicação, tempo para agir, e enxágue. São 06 produtos, começando pelo Shampoo Smooth Lock , depois são aplicados 3 shots, o Smooth Lock, Extreme e All soft (que são para nutrir, reconstruir e dar força), depois ela aplicou o PH 3,5 Shot Phix (phase) que é o fixador dos nutrientes depositados pelos shots nos fios, depois é a vez da máscara Smoth Lock e por último o óleo protetor térmico que tira o frizz e dá aquele brilho para os fios.

Mais uma vez fiz todos esses procedimentos no Expert do ParkShopping Barigui, com a Priscila e equipe, que são pessoas super competentes e sempre que me pedem recomendação de cabeleireiros em Curitiba, são os primeiros nomes que penso. Quem quiser saber sobre valores ou algum outro detalhe, só deixar um comentário que eu respondo.

 Update: se não comentei aqui antes, mas achei importante falar que essa escova funciona como uma cauterização, e não vai nada de química nela :)

O que fazer em Curitiba: The Kettle – a casa de chá

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Ontem eu conheci um lugar aqui em Curitiba que eu queria ter ido faz tempo já, mas quando fui estava fechado e esqueci completamente de tentar ir outro dia. Então tive a sorte de uma amiga ter sugerido lá para nosso programa de mulherzinha. Lembra quando comentei aqui meu amor por chás? Então pensem que eu estava no paraíso nesse lugar: uma casa de chá com milhares de opções/sabores, uma decoração super fofa – com carinha de casa de vó, e um cardápio bem gostoso com várias opções salgadas e doces.

IMG_5717

IMG_5714 IMG_5711

Depois de vários minutos olhando o cardápio de trás para frente, eu escolhi um Wraps Fondant (carne  desfiada, queijo emmenthal, cebola na manteiga e agrião) que estava DI-VI-NO. A minha amiga preferiu quiche de alho poró, que também estava ótimo.

IMG_5706 Eu só lembrei de tirar foto depois que comi o primeiro pedaço, hahaha desesperada e ansiosa

A minha sobremesa foi Cheescake  de frutas vermelhas – uma receita nova-iorquina e tudo isso foi com a companhia do meu chá “Paraíso de frutas” sabor de morango e damasco, com flores de hibisco, pedaços de maçã, rosa mosqueta, zimbro, casca de laranja e morangos.

IMG_5709

Se você ficou curioso para saber mais opções de chás o cardápio deles está disponível online clicando aqui. E agora eu to ferrada porque vou querer ir lá sempre até ter provado todos os chás, e depois vou precisar ir para repetir os preferidos, hahaha.

IMG_5712

O que é esse lustre de xícaras e pires? <3

PS. As fotos foram tiradas com iPhone, então estão sem uma qualidade muito incrível.

Serviço
Endereço: Alameda Prudente de Morais, 836 – Mercês
Telefone: (41) 3233-1978

Clareando o cabelo e bons profissionais em Curitiba

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Na última semana, depois de meses ensaiando, eu finalmente mudei o meu visual. Eu e meu cabelo temos uma história de vida gigante que conta com colorações erradas três meses antes do casamento, coloração errada cinco meses antes da formatura ~ mas que eu resolvi escurecer de vez e dar um tempo pra ele se recuperar ~ e assim foi desde que resolvi ser loira lá em 2008. Altos e baixos, troca de salão mil vezes, escolhas certas e erradas.

foto 3

Finalmente eu conheci dois profissionais em Curitiba que me “acalmaram” no quesito capilar. O primeiro vou falar dele só porque foi a minha inspiração que daria para tentar mais uma vez mudar meu cabelo, eu fico até hoje babando no IG dele (uma mudança melhor que a outra) é o Dudu Nunes do W Crystal. Fui pela primeira vez lá em Dezembro, mas não consegui fazer o que queria, porque pela primeira vez na vida um cabeleireiro me perguntou tudo que eu já fiz de química no cabelo, fez uma mecha teste, e viu que não ia conseguir chegar no tom que eu queria sem detonar meu cabelo. Gente eu vou falar, já fui em muito salão top aqui em Curitiba nesses meus 7 anos aqui, e foi a primeira vez que tive alguém me atendendo com essa preocupação toda. No fim das contas aquele dia ele fez uma técnica que ele chama de “apagar a raiz”, que tira aquela cara que eu não gosto de cabelo marcado com as mechas. Após isso foi feito um “tratamento” no meu cabelo e ele tirou as pontas, foi incrível a diferença nesse primeiro encontro já, cabelo macio, hidratado e sem aquelas mechas aparentes, sem dar pra ver direito onde começam as luzes e onde acaba o cabelo natural.

foto

meus preferidos do IG @dudununesw

Novamente marquei com ele três meses depois, que foi o prazo que ele disse que meu cabelo estaria maior para ele conseguir deixar como eu queria, mas meu horário era 18h00 e para fazer o que eu queria iria demorar muito e não daria tempo, fiz uma outra mecha teste ele viu que ainda quebraria muito, fora o mundo de cabelo que eu tenho que só pra “armar” (colocar todo o papel alumínio com o produto) leva cerca de 2 horas e mais 1 hora e meia para o produto agir.

No final das contas eu fiquei um pouco desanimada de ter ido 2x e nada e fui procurar outra pessoa que eu confiava no trabalho, e essa foi a Priscila, do Expert Barigui (aquela que fez meu penteado de formatura). Conversei com a Pri, mostrei algumas fotos de inspirações e ela entendeu o que eu queria: pontas claras, raiz escura. Não era algo muito complicado a principio, mas eu juro que se não tivesse ido num bom profissional nunca teria encontrado o tom que ela fez. Custou uma tarde INTEIRA no salão, pois depois da química eu fiz uma cauterização, para dar uma amenizada no tanto que judiei (começou as 14h00 e terminou as 20h00) mas valeu a pena e eu fiquei muito satisfeita com o resultado.

foto 2

eu sempre demorava um mês pra me gostar, e finalmente já sai gostando do cabelo por causa da raiz escura

 

Claro que mesmo com a cauterização e bons produtos para a química o cabelo ficou um caos, sair com ele molhado ou só dar uma secada no secador não rola mais, mas isso eu conto depois no episódio: como recuperar o cabelo depois de uma química agressiva.

certafoto

meu antes e depois no IG @priscilaeju

PS: Nesse tempo eu descobri uma coisa que nunca soube, que a progressiva com as luzes é que deixa o cabelo “laranja” sabe? Aquele tom feio que a gente se mata pra não ter, e esse foi um dos motivos para eu não ter feito em dezembro o cabelo novo, ainda tinha nas pontas uns 5 cm de progressiva, que graças a Deus não tenho mais. Se eu tivesse feito do jeito que estava ia dar diferença na tonalidade do meio pro fim do cabelo. Agora estou mantendo só com luzes e muita hidratação.

W Crystal (Dentro do Shopping Crystal, lá no último andar)
(41) 3018-0100

Expert (Dentro do ParkShopping Barigüi, no piso térreo)
(41) 3317-6191