Curitiba

Conseguimos – 6 meses de amamentação exclusiva

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Hoje você completa 6 meses, o que significa que atingimos o marco de 6 meses de amamentação exclusiva em livre demandada, seguindo a recomendação da organização mundial de saúde. Para chegar aqui eu confesso que não foi fácil, os primeiros dias da amamentação são muito difíceis, doloridos e exaustivos. Madrugadas em claro, dias e dias com você grudado em mim, e eu que era tão dona de mim, passei a viver nos intervalos das mamadas (que eram de duração imprevisíveis). Insegurança dói, privação de sono dói, o medo do novo e de não dar conta dói.

Eu achei que nunca mais ia passar, e passou! Aos poucos você foi desenvolvendo seu próprio ritmo, entendendo sua saciedade, e me dando intervalos maiores. Nós aprendemos juntos que o peito não era só fonte de alimento, mas de aconchego, conforto, carinho, e tudo mais que você precisava nesse início da sua vida. Em pouco tempo amamentar passou a ser algo prazeroso, ver você crescendo e se desenvolvendo com o alimento que meu corpo produzia pra você, e seu sorriso de gratidão após as mamadas me mostrava que eu estava no caminho certo, e que ali estávamos construindo um vínculo maior do que eu poderia sonhar.

Filho, que você saiba que tudo que tenho feito e faço é por acreditar no impacto que isso vai ter pra sempre em sua vida, por pensar que dessa forma eu estou dando o meu melhor pra você.

Agradeço todos os dias pela oportunidade de te amamentar, sei que não são todas as mães que conseguem chegar aqui, a falta de apoio, as circunstâncias como vida profissional e outros tantos problemas impedem muitas mães de conseguirem viver o que vivemos.

Para essas mães fica meu abraço, pois cada uma de nós está tentando fazer o que acreditamos ser o melhor pros nossos bebês. O objetivo desse meu texto não é dizer que sou melhor mãe por ter escolhido a amamentação exclusiva, mas pra incentivar quem está vivendo algum momento difícil durante esse caminho, pra dizer que todas nós já pensamos em desistir (mesmo que por um segundo), pra contar que tudo vai passar e que as coisas vão dar certo – não desanimem!

Amamentar é difícil. Para muitas mulheres não é tão natural como ouvimos dizer a vida toda. Dói, desgasta, cansa. As opiniões e os pitacos são intermináveis, a sociedade mina a auto confiança da mulher, é um tal de dizer que o leite é fraco, em vez de ajudarem com informações realmente úteis como: pega correta, confusão de bicos, hidratação adequada da mãe…

Agradeço a rede de apoio que tive, cada mãe foi fundamental para esse início tão solitário e cheio de dúvidas, elas faziam eu me sentir mais normal, hahaha. Agradeço meu marido que sempre trouxe água e conforto durante as mamadas, apoiava e apoia a minha forma de maternar e é a minha fonte de força diária. E a minha mãe que além das palavras de incentivo, amamentou a mim e aos meus irmãos por tanto tempo, que me fez entender como isso era importante e essencial.

Enquanto isso, filho, aqui em casa seguimos em sua amamentação até quando você quiser!

jessica_maes-3

Maternidade: Ensaio da espera do Léo

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Um dos momentos que eu mais esperei na gravidez foi pelo ensaio fotográfico. Eu sou apaixonada por fotos, acho que são a melhor forma de eternizar os momentos que estamos vivendo e recordá-los depois, e idealizava um ensaio bem específico na minha cabeça.

A fotógrafa

Apesar de existirem excelentes profissionais da área em Curitiba, eu não encontrava ninguém que fizesse um estilo mais clean/orgânico do jeito que eu tinha pensado. Foi aí que uma amiga fotógrafa me indicou o trabalho da Laura Schafer e eu fiquei encantada com a sua forma de trabalhar. Primeiro que nosso contato foi ótimo, ela estava sempre muito aberta e disponível a entender o que eu gostava e o que queria. E como a gente tem um gosto bem parecido e uma preocupação até com as roupas usadas no ensaio foi muito fácil chegar no resultado que eu tanto desejava. Além disso, o ensaio em si foi uma momento muito único e divertido. Nós demos muita risada, e ela soube nos “dirigir” super bem, de uma maneira que ficamos bem a vontade e algumas horas foi tão emocionante, que não temos como esquecer essa experiência. Então se você estiver procurando uma fotógrafa para ensaio de gestantes ou ensaio de família em Curitiba, a Laurinha é minha indicação.

A maquiadora

Mais uma vez meu lado meio perfeccionista ficou aguçado, porque estamos falando de duas coisas que eu AMO e que fazem toda a diferença juntas: fotografia e maquiagem. E eu queria que estivesse tudo perfeito, afinal esse momento da minha vida nunca mais vai voltar, e eu queria guardar ele com todo o carinho do mundo, e ter uma recordação visual incrível. Para isso, precisaria de uma maquiadora que conseguisse me deixar bem, que durasse o ensaio todo (não é fácil ficar bem depois de algumas horas no sol), e que não ficasse exagerado, pois a ideia do meu ensaio de gestante era parecer menos montada e mais “beleza natural” possível. Então a melhor escolha que eu poderia fazer, e fiz foi da Ju Friedrich, uma profissional maravilhosa que além de maquiagens sociais, trabalha com maquiagem e penteados de noivas, formandas, debutantes, o trabalho dela é impecável e vale super a pena conhecer.

Então agora chega de falação e vamos as fotos:

reliquias_leo-39

reliquias_leo-36

reliquias_leo-32

reliquias_leo-30

reliquias_leo-28

reliquias_leo-20

reliquias_leo-4

reliquias_leo-102

reliquias_leo-97

reliquias_leo-94

reliquias_leo-90

reliquias_leo-80

reliquias_leo-63

reliquias_leo-62

A roupa

Uma parte bem difícil para mim foi escolher as roupas, pois tinha a sensação que nada caia bem nesse meu “novo corpo”, no fim mandei fazer o vestido transparente de rendas, e o outro usei um que já tinha (da Maria Valentina) e que felizmente ainda ficava bom e cabia em mim, hahaha. Se você também está grávida, e não sabe que roupa usar no seu ensaio, eu recomendo muito buscar em loja de gestante algo diferente, ou mandar fazer algo em uma costureira de confiança. E tente coordenar seu look com o do seu marido, assim as fotografias ficarão muito mais harmônicas. Se você gosta dessa pegada mais clean, tons neutros como branco, cinza claro, bege, amarelo bem claro, nude, off-white e tons pasteis são os ideais para conseguir um resultado legal.

Espero que vocês tenham gostado.

Visagista em Curitiba – Meu cabelo novo!

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Lembram quando eu comentei que não tinha a menor ideia do que fazer no meu cabelo neste post AQUI? Então eu criei coragem e tomei uma decisão, e por mais que eu me ODEIE morena, eu realmente vou deixar meu cabelo escuro, pelo menos por um tempo.

No momento eu estou fazendo um tratamento com a minha dermato para ver se ele para de cair tanto, sério está assustador o quanto ele cai! Estou tomando um remédio via oral e passando um remédio manipulado na raiz do cabelo. Como ainda é muito recente eu não tive grandes resultados, mas quis aproveitar essa fase nova e conhecer o trabalho da Zezé Pessoa, uma visagista aqui de Curitiba, que eu admirava há algum tempo.

Como funciona:  o trabalha começa com uma análise do seu biótipo, você conta um pouco sobre o seu cabelo, a sua profissão, a imagem que você quer passar, e ela te dá algumas sugestões do que poderia fazer no seu cabelo e vocês entram em acordo sobre o comprimento dele. O legal desse trabalho de visagismo é que é extremamente diferenciado, inclusive a forma que a Zezé atende é bem exclusiva, ela não atende em salão e sim em um espaço que ela tem para atendimentos individuais só você e ela (somente com hora marcada), ou seja, é bem personalizado o serviço.

IMG_8271
As fotos de acompanhamento do antes e depois são todas tiradas pela Zezé e é parte do trabalho dela para todas as clientes fazer esse acompanhamento
IMG_8273
Eu tentei ir com o cabelo mais natural possível, sem escova ou chapinha, para ela entender bem como ele é, por isso está tão espigado nas pontas

IMG_8272

Eu gostei bastante de ter tirado quase toda a parte que estava quebrada do meu cabelo, deu uma renovada nos fios e estou sentindo eles muito mais macios. Com as hidratações que eu fiz com a Pri no Expert e com esse corte, meu cabelo ganhou vida nova mesmo! Outra coisa legal é que visagismo estuda suas linhas e temperamentos, então ela ia me falando sobre meus temperamentos, tudo sem eu contar muito sobre mim, somente observando meu rosto. Apesar de já ter estudado visagismo, é outra coisa quando alguém com tanta experiência faz sobre você.

Quem quiser conhecer mais sobre o trabalho da Zezé é só ver a página dela no facebook clicando AQUI.

O que fazer em Curitiba: Chokolat Chocolateria

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Acho que uma das minhas coisas preferidas de morar em uma cidade mais fria são as opções de comidas (e bebidas) quentes. Eu simplesmente amo ir para locais como cafés e curtir o climinha frio com alguma companhia agradável. Na última semana eu descobri esse lugar gostoso que é o Chokolat Chocolateria, só de pensar no nome chocolateria já dá um desespero para comer chocolate, o menu deles é maravilhoso e agora no inverno tem sopas.

Fonte: Altos agitos
Fonte: Altos agitos

Honestamente eu nunca fui fã de sopa, então pra você me ver recomendando a sopa de algum lugar, é porque é muito boa MESMO. Eu pedi a de carne seca com aipim e a minha amiga pediu de creme de pinhão (a da foto). Também pedimos um bolo desconstruído e sai de lá com a sensação de que eu teria que voltar o quanto antes e conhecer o menu todo deles.

Fonte: facebook chokolat
Fonte: facebook chokolat

Se você está procurando um lugar aconchegante, com comidinhas boas e doces maravilhosos pode ir pra lá que eu tenho certeza que você vai amar.

fonte: facebook chokolat
fonte: facebook chokolat

Serviço: Chokolat
Avenida do Batel, 1190

O que fazer em Curitiba: Rause café + vinho

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Curitiba não cansa de me surpreender com lugares deliciosos para conhecer. Parece que quanto mais eu vou a lugares diferentes, mais opções aparecem que nunca fui. Foi assim que me senti quando fui no Rause Café, um ambiente super aconchegante cheio de comidinhas e bebidas gostosas.

A parede pintada com tinta de lousa onde o menu fica exposto escrito a giz, as mesinhas de frente para a rua, ou o “sofá” no meio, onde você estiver vai se sentir em casa. No dia que fui tinha como prato do dia um petisco com carne e para acompanhar tomei uma soda italiana, achei o custo beneficio de lá bom e com certeza voltarei mais vezes. Vale lembrar que existem dois e eu fui no da Al. Dr. Carlos de Carvalho, 696.

RauseCaféEXT-MelGabardoAGP
foto Gazeta do Povo
RauseCaféINT-MelGabardoAGP
foto Gazeta do Povo


foto via TripAdvisor