Séries e Livros

Viciada em séries: 5 séries de drama/comédia para ver no Netflix

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Esse post não vai ter nenhuma grande novidade, é só para compartilhar com quem ainda é novo por aqui, ou no Netflix, que temos por lá vááárias séries ótimas, daquelas impossível assistir uma só vez na vida. Fiz uma listinha com as 5 mais, que são aquelas clássicas que vira e mexe eu desenterro e começo a ver aleatoriamente, porque são séries gostosas de assistir e mais leves (as duas últimas não tão leves, mas ainda assim gostosas). Enquanto espero episódios novos de House of Cards, Bates Motel, The Walking Dead, entre outros, eu mato tempo revendo:

Friends

friends-anniversary-main

Dispensa apresentações e comentários, só digo uma coisa: será que nunca fica enjoativo? Parece sempre tão atual, engraçado e divertido, que eu fico pensando se algum dia eu vou achar chato.

Two and Half Men

579780-two-and-a-half-men-cast

Adorei que estão agora por lá, eu adoro essa série, especialmente as primeiras temporadas (antes do Charlie sair).

How I met your mother

How-I-Met-Your-Mother-13

Uma das minhas séries preferidas da VIDA. Tá no meu top 5, e parece que cada vez que volto assistir estou numa vibe diferente, em outra época da vida, e faz sentido de outras formas.

Orange is The New Black

S1Cast

Tem humor, tem drama, tem suspense, o que mais eu posso querer? Aguardo ansiosamente o retorno dela, e quem nunca viu, tá esperando o que? Muito boa mesmo.

Desperate Housewives

desperate_housewives_s8_17lg8mh-17lg8mm

Todas as minhas amigas para quem eu recomendei essa série AMARAM, viciaram, não pararam de ver até a série acabar. Eu tinha um envolvimento emocional tão grande com essa série, que se eu contar vocês vão me achar maluca.

5 motivos para você assistir Once Upon a Time

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

OUAT

Que eu estou assistindo Once Upon a Time vocês já sabem que comentei AQUI, e vou confessar que mais uma vez estou meio desanimada. Não sei o que acontece, eu me empolgo, assisto mil episódios e dou uma enjoada, e isso não é muito meu estilo. Maaaaas quando eu assisto geralmente eu tenho uns mini heart attack e eu culpo alguns personagens por isso… Esse post é um oferecimento de: por-favor-marido-não-leia-meu-blog.

1. Killian Jones, mais conhecido como Captain Hook (ou Capitão Gancho) é interpretado por Colin O’Donoghue e desde que ele apareceu na série eu percebi que posso amar alguém, mesmo que ele não tenha mão hahaha.

Colin O'Donoghue as Captain Hook on Once Upon A Time S02E04 Crocodile 10

2. Xerife Graham (ou Caçador), interpretado por Jamie Dornan, que faz a gente pensar que se estivéssemos no lugar da Snow nunca fugiríamos do caçador.

tumblr_m4anu9HlJ91rvfd2qo1_1280-001

3. David Nolan (ou Príncipe Encantado),  interpretado por Josh Dallas, mostra como o mundo é injusto já que na série ele tinha até um irmão gêmeo e na vida real achar UM desses já é impossível.

Josh-Dallas--OUAT_article_story_large-001

4. August Wayne Booth, o Pinóquio, interpretado por Eion Bailey, tirando a aflição que ele me dá quando está virando de madeira de novo, é um suspiro por minuto quando aparece.

tumblr_m0zh4qzjWQ1qgsxdqo1_1280-001

5. Jefferson (ou Chapeleiro Maluco), interpretado Sebastien Stan, melhor que isso minha gente, só Johnny Depp.

Sebastian Stan as Jefferson The Mad Hatter on Once Upon A Time Season 2 Lady of the Lake 6

Cara QUE ELENCO! Sério conseguiram colocar os caras mais gatos em uma série só, pelo amor… Acho que é pra compensar o ruim que nos dá quando vemos o Rumpelstiltskin única explicação! Então vou deixar vocês com uma foto dele, para voltarmos para nossa humilde realidade. Hahaha.

rumpelstiltskin-001

Viciada em séries: Girls

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Como se eu pudesse me dar o luxo de começar mais uma série, aproveitei o feriado para ignorar que eu não poderia “perder” mais tempo que já perco na frente da TV, e comecei assistir GIRLS. Afinal, tinha que fazer valer o investimento na HBO por causa de Game os Thrones e achar outras coisas boas por lá, hahaha.

GIRLS

A série é deliciosa e tem 10 episódios por temporada, com duração de 30 minutos cada, e conta a vida de 4 amigas que moram em NYC, e estão na faixa dos 20 e poucos anos. Os personagens são um pouco complexos, a protagonista Hannah tem sérios problemas de auto-estima, briga com seu peso e ainda não conseguiu encontrar seu espaço na vida profissional. Aspirante a escritora, passa maior parte do tempo reclamando do que fazendo algo efetivo para mudar sua realidade.

Tem uns diálogos ótimos, trilha sonora boa e zero glamour. O que mais me atraiu a princípio foi a Lena Dunham (que faz o papel da Hannah) ter escrito, produzido, roteirizado e dirigido os primeiros episódios, além de atuar.

GIRLS2

É uma comédia inteligente a maioria das vezes e que não apela para a estética ideal, mostra mais as coisas “como elas são”, e foge de diálogos e roteiros comuns, daqueles que a gente já imagina o que vai acontecer a seguir, e isso me atrai muito. Também é uma série bem atual, então não tem como se identificar com alguns casos, como aquele fim de namoro em que a personagem fica fuçando o facebook do ex com a atual, além de piadinhas sobre twitter, e vídeos no YT.

Em um feriado devorei a primeira temporada, e já me sinto super envolvida com as personagens. A minha preferida é a Marnie, ela é a mais “séria”  e responsável das meninas, e eu tenho uma queda por esse tipo de personagem desde sempre (em Sex and the City era a Charlotte a minha musa). As outras duas são JessaShoshanna, duas primas que dividem um apartamento, sendo a primeira mais “descolada”, aquela que viajou o mundo mas ainda não sabe o que fazer da sua vida profissional e a segunda ainda está estudando, mas é uma personagem ainda irritante, boba, ingênua, fala demais e não tenho paciência com ela!

GIRLS4 da esq. para dir. Jessa, Marnie, Hannah e Shosh

Já comecei a segunda temporada e espero ansiosamente a evolução da série, dos personagens e que mostre mais a Marnie e a Jessa e menos a Hannah, haha.

 

Viciada em séries: Once Upon a Time

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

A melhor parte de ter o blog na minha opinião (ou no meu caso) é que minha memória é um fiasco, eu sou do tipo que não lembra o que almoçou ontem, dai fico muito feliz de ter um lugar para consultar algumas coisas da minha vida, e relendo o blog agora eu percebi que comecei e parei de assistir Once Upon a Time umas três vezes (as últimas foram em Setembro e Novembro do ano passado).

e6ae83cd-131a-49d7-912e-dbedc61dda1c

A série não é nenhuma novidade e eu não sei explicar por que eu comecei e parei todas essas vezes. Lembro que a primeira vez que vi foi em 2011 quando lançaram, revi de novo ano passado, comecei o spin-off que a série fez contando a história da Alice no País das Maravilhas - também larguei, e agora voltei com força total.

O que acho mais legal dessa série, é que conta meio que “por trás” dos contos de fada, a gente já conhece os personagens, mas não sabemos exatamente a história de cada um, e lá eles têm algumas versões próprias bem interessantes, como por exemplo: quem ajudou a Cinderela não foi realmente a fada madrinha. Hahaha.

once2_article once-upon-a-time-cast

Ah, e a trama é mais ou menos assim: eles estão presos no “mundo real” e não mais no mundo de faz de conta, por causa de um feitiço que a madrasta da Branca de Neve fez, e não lembram quem são, muito menos que são personagens de Contos de Fadas. Sei que falando assim parece bobinho e até é um pouco mas não acredito que a série tenha sido feita para o público infantil, por causa do linguajar e outras coisitas más. Quem gosta de personagens clássicos de histórias infantis não pode perder. Então fica a minha dica para quem está precisando de uma série para ver, essa é uma boa opção!

 

Viciada em séries: Bates Motel

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Gente preciso contar, desde Dexter eu não me sentia TÃÃÃO viciada e desesperada para assistir uma série como estou com Bates Motel. Quando eu fiz a resenha do filme Psicose do Hitchcock eu comentei que a série já tinha sido lançada, mas eu ainda não tinha começado a ver e nem fazia ideia que seria tão boa assim.

Bates-Motel

A primeira temporada foi lançada em 2013, e ela é um “prólogo contemporâneo” do filme, ou seja, conta a história dos personagens antes do filme, mas nos dias atuais (o filme era de 1960). A história começa com a morte do marido de Norma, e após esse acontecimento ela decide mudar para a cidade de White Pine Bay com seu filho Norman Bates, eles compram o motel e eles tentam começar uma nova vida. São 10 episódios com duração média de 45 minutos cada um, e a trama mistura suspense e drama.

Bates-Motel-2

O relacionamento entre mãe e filho é o tópico central da história, onde conseguimos observar as atitudes bizarras que o levaram a ser o louco que era em Psicose (quem não assistiu assista antes de ver a série!). O ator escalado para esse papel é o Freddie Highmore, nosso menininho “Charlie” em a Fantástica Fábrica de Chocolate – versão do Tim Burton com Johnny Depp. E ele é um dos motivos da série ser tão boa, a atuação dele está impecável e inclusive os olhares do personagem de Hitchcock ele reproduz fielmente.

norman_bates_1 Freddie Highmore X Anthony Perkins (ator do filme de 1960)

Outro ponto altíssimo dessa série é graças a atuação de Vera Farmiga ela é perfeita nesse papel, e consegue deixar a gente irritado, com pena, com compaixão, tudo junto ao mesmo tempo. Que atriz incrível! Os demais atores são igualmente ÓTIMOS e eu fico impressionada com isso, porque geralmente em séries eles vão aos poucos melhorando os personagens e aprofundando na atuação, e nessa mesmo sendo super nova já consigo ver o quanto todos são muito bons para seus papéis.

Bates-Motel-HD-Wallpapers5

Bates-Motel-TV-Series-Poster-Wallpaper-800x450

Outros personagens importantes:

Dylan Masset (Max Thieriot) é meio irmão de Norman, filho de Norma e tem um relacionamento conturbado com a sua mãe.

Emma Decody (Olivia Cooke) é amiga de Norman, que se sente atraída por ele quase que imediatamente, ela é uma personagem bem inteligente, e apesar de ter uma doença chamada fibrose cística, que a obrigada a viver com um cano e um cilindro a tira-colo, ela procura viver como uma adolescente normal da sua idade.

Alex Romero (Nestor Carnonell) é o xerife da cidade, ele é bem sério e correto.

Bradley Martin (Nicola Peltz) é uma menina super popular, bonita e vira amiga de Norman, ele é super apaixonado por ela, mas ela não corresponde a esse amor, porém ela é uma fofa com ele.

Zack Shelby (Mike Vogel) é um policial da cidade que se interessa por Norma, esse ator era um dos meus amores de adolescência, hahahaha. É até ruim ver ele tão “acabado” como ele tá na série (comparando com o que ele era antes).

O trailer da primeira temporada para vocês terem uma ideia do que eu estou falando:

Já devorei a 1ª e a 2ª e estou ansiosa esperando o início da 3ª temporada.