Séries e Livros

Viciada em séries: Modern Family

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Fazia tempo que eu não via uma série (nova) sem parar, no maior vício do mundo. E assim está sendo com “Modern Family”. Depois de assistir How I met your mother pela milésima vez (agora nas férias assisti ainda mais) resolvi buscar algo “novo”. Na verdade essa série nem é nova, só na minha vida mesmo, pois foi lançada em 2010. Os episódios são de 22 minutos, então não é minha culpa se dá pra assistir uns 10 por dia, são muito curtos!!! Hahahaha.

MF2
poster da primeira temporada

Alguns amigos já haviam me falado sobre ela, mas nunca liguei muito e esperava algo bem diferente, pra minha sorte fui surpreendida positivamente. Como o título sugere, o tema é uma família nada tradicional, o patriarca deles Jay é divorciado e está na casa dos 60 anos, é um típico americano tradicional, meio mal humorado e com alguns preconceitos, mas acabou casado com Glória (Sofia Vergara <3) uma mulher quarentona super sexy, colombiana bem estereotipada e divertida. Ela tem um filho de outro relacionamento que vive com eles, o Manny – que é um fofinho. Além disso, Jay tem mais 2 filhos adultos do seu primeiro casamento, a Claire – mãe de três filhos (Haley, Alex e Luke) e esposa de Phil, e o Mitchell vive com seu companheiro Cameron em uma relação homoafetiva, e logo no primeiro episódio aparece eles levando para os EUA a filha adotiva Lily, nascida no Vietnã.

2012-10-31-taylorcolemillermodernfamily2

Eles estão sempre reunidos e a vida de todos parece um drama sem fim, mas não drama do tipo vou me matar, e sim do tipo “tudo-vira-tempestade-em-copo-d’água”. Eu morro de rir a cada episódio e estou mega apegada a todos os personagens. A minha preferida é a Glória, adoro ela gritando JAAAAAY, e o jeito escandaloso dela.

Pra encerrar o post vou colocar a foto “dela” que tirei no museu de cera em Las Vegas, quando eu nem imaginava ainda o amor que ia sentir pela personagem dela HAHAHA.

IMG_0512

Viciada em séries: Scandal

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

KERRY WASHINGTON

Scandal foi uma série que comecei assistir e parei, porque estava terminando várias outras antes e não queria ver tantas séries ao mesmo tempo por motivos de: tenho uma vida profissional e pessoal, por incrível que pareça!  Mas agora que voltei eu não consegui parar mais de ver, é muito viciante e a cada episódio fica melhor. Mas vamos começar do começo e contar a história:

Uma ex-consultora de mídia do Presidente, Olivia Pope (Kerry Washington) dedica sua vida a proteger e defender as imagens públicas da elite americana, resolvendo problemas antes que o mundo saiba que eles já existiram. Depois de deixar a Casa Branca, ela abre sua própria empresa, na esperança de iniciar um novo capítulo – tanto profissionalmente como pessoalmente – mas ela parece não conseguir cortar completamente os laços com seu passado.

Olivia é a chefe da equipe formada por Harrison Wright (Columbus Short), Quinn Perkins (Katie Lowes), Stephen Finch (Henry Ian Cusick), Abby Whelan (Darby Stanchfield) e Huck (Guillermo Diaz), um hacker.

Desse modo, a trama apresenta um grupo disfuncional que tem a função de mediar as crises empresariais e políticas de seus clientes. A Olivia Pope & Associates é uma firma composta por advogados e investigadores chamados para resolver situações que precisam ficar longe da mídia e da curiosidade do público, antes que cause um escândalo. (Fonte: Wikipedia)

A série começou em 2012 e já está na sua 5ª temporada. A primeira temporada conta com apenas 7 episódios de 45 minutos, enquanto as demais temporadas tem mais que o dobro de episódios. A trama paralela, que trata a vida pessoal do integrantes da Olivia Pope & Associates é tão incrível quanto os casos que eles solucionam.

KERRY WASHINGTON

E eu não poderia deixar de falar do guarda-roupa da personagem principal, gente dá vontade de pegar tudo! Acho que eu gosto mesmo dessa pegada mais clássica/conservadora, porque tanto nessa série quanto em “The Good Wife” eu fico só babando nos looks.

Espero que vocês assistam e fiquem tão viciados quanto eu, tô precisando de mais alguém vendo essa série para comentarmos sobre. Haha.

Viciada em séries: How to Get Away with Murder

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

 

viola+davis

How to Get Away with Murder segue a vida pessoal e profissional de Annalise Keating, uma professora de Direito Penal da fictícia Universidade de Middleton, na Filadélfia, uma das mais prestigiadas Escolas de Advocacia na América. Uma advogada de defesa, Annalise seleciona um grupo dos seus melhores alunos em sua turma da universidade para trabalhar em seu escritório. São eles: Connor Walsh, Michaela Pratt, Asher Millstone, Laurel Castillo e Wes Gibbins.

Em sua vida pessoal, Annalise vive com seu marido Sam Keating, um renomado psicólogo, mas também vive um relacionamento às escondidas com Nate Lahey, um detetive local. Quando sua vida pessoal e profissional começar a entrar em colapso, Annalise e seus alunos se verão envolvidos, involuntariamente, em uma trama de assassinato. (FONTE: Wikipedia) 

Esse sem dúvida é o meu maior vício dos últimos tempos, essa série tem uma narrativa bem diferente, e mostram trechos finais já nos primeiros episódios, o que te deixa ainda mais angustiado para saber o que aconteceu e como as coisas chegaram ali.

Foto-2

Mais uma coisa que aprendi nessa série é aquela famosa história de “nem tudo é o que parece ser”. As vezes interpretamos de uma forma, e depois de vermos o desenrolar de toda a história mudamos completamente nosso “julgamento” sobre a situação. Vale super a pena assistir, é muito bem amarrada a trama e as histórias.

 

Viciada em séries: Hannibal

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Por ser fã da série de filmes sobre o Dr. Hannibal Lecter (Hannibal, Dragão Vermelho, O silêncio dos inocentes) achei que iria curtir muito a série de TV. A primeira temporada foi bem legal, com resoluções de crimes cada vez mais bizarros, mas foi de certa forma interessante. Esse ano retomei a série e assisti a segunda e a terceira temporada, e me arrisco a dizer que foi uma perda de tempo. Não sei como um filme tão interessante foi interpretado tão pobremente na série.

dicas-serie-hannibal

Eu não gosto muito do Mads Mikkelsen como ator principal, não me perguntem por que, nunca soube explicar, mas sabe quando a pessoa não te convence? Talvez se nunca tivesse assistido aos filmes, e não tivesse visto Hannibal ser interpretado primeiro pela incrível Anthony Hopkins, talvez não achasse tão horrível. Já o ator Hugh Dancy, como o personagem Will Graham não me incomoda tanto, apesar da expectativa também ser alta já que nos filmes quem interpreta é o magnífico Edward Norton.

Geralmente detesto ser aquela que fica comparando o filme ao livro e reclamando, mas infelizmente por mais que eu tenha sido viciada na primeira temporada, as próximas foram muito ruins, o que acho que justifica bem ter sido cancelada agora no fim da terceira temporada.

E alguém mais viu a série? Me contem o que acharam.

Livros: Consultoria de Imagem

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Desde que comecei a estudar e trabalhar com consultoria de imagem, recebi muitas perguntas sobre a profissão e como estudar para atuar na área. Hoje resolvi falar de três livros que me ajudaram MUITO nesse caminho, além dos cursos, é claro.

Manual do Estilo

Esse livro pequenininho engana muito, você pensa que ele será muito simples, mas na verdade ele tem dicas preciosas. Aqui você vai aprender sobre como se vestir no ambiente profissional, como montar um guarda-roupa básico com peças coordenáveis, os acessórios certos para seu tipo físico, entre outros temas super interessantes. O mais legal é que você pode estudar sozinha e depois aplicar em você mesma, não sendo uma leitura indicada apenas para quem quer atuar na área, muito pelo contrário, é para quem realmente é leigo no assunto e quer entender como fazer escolhas mais acertadas.

participação do Argus para vocês entenderem o tamanho do livro
participação do Argus para vocês entenderem o tamanho do livro

Vista quem você é

Aqui está meu livro favorito dos últimos tempos, eu sou apaixonada pelo trabalho das autoras e acho que a forma simples e descolada que elas escrevem deixa tudo mais leve, mais fácil, mais didático. Assim como o anterior, esse livro ajudará MUITO quem tem dúvidas na hora de se vestir, de comprar peças novas, de coordenar as que já tem. Dentro do livro você encontra alguns questionários que sem dúvida irão te guiar na sua busca pelo estilo próprio, além de várias histórias legais, com sacadas geniais que a dupla teve durante todos esses anos como consultoras de imagem e estilo pessoal.

IMG_3572

IMG_3573
o livro todo é cheio de frases como essa, que são super inteligentes e verdadeiras

 

Personal Stylist

A autora desse livro é uma pessoa incrível, já fiz curso com ela e posso dizer que essa mulher é um poço de conhecimento. Apesar de ajudar muito quem quer criar um estilo pessoal, esse livro eu recomendaria mais para quem realmente está estudando a consultoria de imagem com o foco na atuação desse mercado. A Titta Aguiar aqui ensina várias técnicas que com certeza podem ser aplicadas nos seus clientes, fala de estilo, tipo físico, e todos os passos que seguimos geralmente na consultoria.

IMG_3575 IMG_3576