Moda e Beleza

Como recuperar os cabelos pós-química

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Eu contei aqui faz um tempinho sobre a mudança que eu fiz (de novo) deixando o meu cabelo bem mais claro (mais uma vez), e fiquei de contar como consegui recuperar, porque clarear o cabelo tanto assim, não importa quão bom seja o profissional, sempre dá uma cagadinha estragada nos fios. Como eu queria muito clarear bem o meu cabelo custasse o que fosse, no caso clarear mesmo que ressecasse muito, eu já estava munida de algumas ideias. Enfim, como fiz muita coisa vou contar todas porque não sei ao certo qual técnica deu certo ou se foram todas juntas.

Meu passo número um foi usar o Reconstrutor CPR da Senscience. Olha se tem uma pessoa que é apaiiiixonada pela Senscience, esse cara sou eu, hahaha. Meu cabelo se dá muito bem com os produtos da marca e eu tinha certeza que o CPR ia salvar a minha vida… Já havia lido resenhas e diziam que ele “levantava defunto” e eu usei certinho como mandava a embalagem e na real não achei que salvou minha vida como eu esperava, senti que deu uma melhorada, mas nada UAU. Como a indicação é dar um bom intervalo entre uma aplicação e outra, pois a base do produto é queratina e isso usado em excesso pode ter efeito inverso e piorar o cabelo, e como não amei o resultado eu usei só uma vez mesmo.

Depois fui para as hidratações semanais, mas como sou aloka do cabelo, é algo até meio obsessivo, eu não conseguia fazer só uma vez por semana e acabei fazendo toda lavagem (me julguem), então como não sou cabeleireira nem nada, não sei se pode fazer assim, só estou contando o que fiz, depois não quero ninguém careca dizendo que leu aqui, ok? Obrigada, e vamos voltar ao assunto… Como lavo meu cabelo um dia sim e um dia não a rotina estava mais ou menos assim: uma lavada por semana usava a máscara da Senscience, na outra passava mel e deixava meia hora antes de lavar, na outra usava o 3 minute miracle que já falei sobre aqui, e na outra usada o shampoo roxo com a máscara do kit alta moda da Alfaparf.

Post hidratação

Por incrível que pareça uma das coisas que eu mais sentia resultado era com o mel, sério é um caos passar mel, meleca tudo e eu sou mega desastrada então na minha mão meleca 3x mais, mas a maciez depois de lavado e seco era muito nítida.

Outra coisa que eu fazia era aplicar nas pontas com o cabelo seco (no dia que eu não lavava) o sérum da TRESemmé reparador de pontas duplas, e nos dias que eu lavava usava após secar o óleo da Moroccanoil.

para pontas

Como eu contei antes eu sou bem exagerada, e o intuito do post não é mandar todo mundo que pintou o cabelo surtar e passar a vida só hidratando, é apenas para compartilhar a minha experiência, pois em menos de um mês o meu cabelo já estava hidratado como se não tivesse feito química. Espero que ajude vocês de alguma forma.

Cabelos loiros – Inspirações

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Ter os fios claros é desejo de muitas mulheres, mas já vi muita amiga desistindo dessa vontade ao pintar o cabelo e não atingir o tom esperado, e já em seguida voltar para a cor original. Por isso, primeiro passo é sempre encontrar um bom profissional e explicar direitinho as suas expectativas para não sair de lá decepcionada. Não tem coisa pior do que sair do salão se sentindo insatisfeita, eu sei bem como é porque já sai chorando algumas vezes, mas separei alguns tons de loiro, e baseada na sua cor de pele* você pode se inspirar e acertar na próxima ida ao salão.

Como é mais para inspirar, não vou colocar os milhões de tons e classificações que existem, apenas separar em: platinado, dourado e escuro, ok?

Loiro platinado – eu particularmente acho que é uma cor difícil de chegar e não fica bem em todo mundo, confesso que já vi pessoas com cabelos platinados e a sensação que eu tinha é que ela era muito mais velha que realmente é, mas como eu disse é o meu “achismo” e não regra geral. A linha entre loiro platinado riqueza (haha) e loiro branco tenho 100 anos é bem tênue. Aqui vão alguns que eu acho que deram certo – reparem que na primeira opção tem um tom mais cinza e na foto seguinte outro tom mais “dourado”.

blonde1

blonde 2

Loiro mel e dourado – são meus tons preferidos, acho que é o mais divo e muso dos loiros. Geralmente minha referência quando vou ao salão é esse (ou são esses – o mel é uma versão mais verão e mais quente do tradicional dourado). Jennifer Aniston, Blake Lively e Gisele Bundchen são as principais adeptas dessas tonalidades. E vou me empolgar mesmo agora, porque tem muita foto linda dessa tonalidade.

dourado4

dourado1 dourado2 dourado3 dourado5

Loiro escuro e acobreado – esse fica bom desde pra quem só quer dar um up no visual, quanto para quem quer dar uma mudada mas sem arriscar muito (e sem ressecar tanto o cabelo). Quase impossível errar ao escolher essa tonalidade, que pode ser obtida com mechas mais fininhas e discretas, se não mexer na raiz fica mais natural ainda.

escuro1 escuro2 escuro3 escuro 4 escuro5  *As “regrinhas” pregadas por ai é que pessoas de pele clara/rosada ficam melhores com tons mais claros como o platinado e o dourado, enquanto as morenas e negras ficam bem com cores de douradas a cobres. Eu acho que vai do gosto mesmo, se você é negra e quer platinar, se joga! Não sou muito fã de seguir esses estereótipos, só acho que vai do que você quer e do que acha que combina. Ouvi mil vezes para não deixar meu cabelo tão claro, que ia ficar ruim, eu optei por clarear o quanto eu queria e deixar a raiz escura e não me arrependo, afinal gosto é gosto né?!

 Fotos via pinterest, confira meus painéis clicando aqui.

 

TOP 3 – produtos para o cabelo (maio) e vídeo

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Ontem eu deixei a vergonha de lado (mas não muito) e gravei o primeiro vídeo para o meu canal no Youtube, contando um pouco sobre os três produtos que mais usei durante o mês de Maio. Aqui eu vou mostrar onde encontrei cada produto, mas é claro que dando um buscar no Google você confere outras opções às vezes com o preço melhor.

1. Blow Dry Your Hair Faster – Lee Stafford

IMG_4339
Esse produto na época eu estava desesperada por ele, então não tive paciência para pesquisar e comprei na loja física da The Beauty Box (R$ 52,90). No vídeo eu acabei esquecendo de comentar, mas ele serve também como protetor térmico e de quebra dá aquela domadinha nos fios.

2. 3 Minute Miracles – Aussie

IMG_4342
Esse condicionador veio de fora do Brasil (trazido por uma amiga) e custou mais ou menos $5, enquanto aqui a gente encontra por até (pasme) R$ 70,00. Não tem em lojas “oficiais” para vender ainda, mas encontrei em alguns sites como: Fabulous Store e vários vendedores no Mercado Livre, como nunca comprei em nenhum dos dois, não sei dizer como funciona no quesito entrega e confiabilidade.

3. Tangle Teezer

IMG_4337
A escova febre no Reino Unido e queridinha das celebridades como Victoria Beckham, Emma Watson e Kate Middleton tem a sua versão compacta (mostrada no vídeo) por R$ 83,00 aqui no Brasil, mas a minha eu comprei no site da Feel Unique por $21,44. Demorou um mês mais ou menos pra chegar, mas a espera valeu a pena no quesito custo x beneficio.

Desktop

Aqui as outras versões que comentei no vídeo (Original e Versão Splash)

Confira o vídeo:

Se você gostou, não esquece de dar jóinha e se inscrever no canal, e obrigada por assistir.

Rotina de beleza: TimeWise Mary Kay

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Faz mais ou menos um mês e meio que descobri esse milagrinho para a limpeza e hidratação do rosto, demorei para escrever para poder testar bem e ter certeza que funciona. Há algum tempo comentei que na minha rotina de cuidados com a pele eu usava basicamente protetor solar e às vezes um sabonete especial para tirar a oleosidade e pronto, mas não sei se assim como o cabelo a pele se acostuma com os nossos cosméticos e começa a não reagir mais, senti que precisava dar uma mudada (pelo menos na limpeza diária).

foto 3

Desde que testei pela primeira vez esses produtos, senti uma sensação muito boa de limpeza profunda na pele, sabe quando você sente a pele fresquinha? Foi assim que fiquei após usar o sabonete 3 em 1, e o hidratante (uso o para peles oleosas) além de deixar a pele macia, dá aquela segurada na oleosidade natural.

Eu utilizo da seguinte maneira: todos os dias (mesmo os que estou com preguiça) eu umedeço meu rosto e lavo com o sabonete em gel 3 em 1 (que serve para limpar , tonificar e esfoliar) e de bônus tem a ação anti-idade. Com uma pequena quantidade – uso mais ou menos o equivalente a uma moeda de um centavo – ele lava o rosto todo, ou seja, rende muito!

foto 1

Em seguida seco o rosto com uma toalha e aplico o hidratante – passo uma quantidade menor que do sabonete, formando uma fina camada, e espalho bem. Da mesma linha também tem a solução diurna com filtro solar (que está na foto) e a solução noturna, que devem ser aplicadas após o passo 1 e 2. Eu ganhei da minha mamys a solução diurna antes de conhecer a linha completa, mas como já estava acostumada com o meu protetor solar, continuei utilizando ele, afinal senti que só mudar a limpeza diária já daria o resultado que eu queria.

Minha última dica é: quando for lavar o rosto prefira utilizar água fria ou em temperatura ambiente, pois a água morna ou quente resseca a pele, o que estimula a produção de oleosidade, causando acne entre outros problemas dermatológicos.

Clareando o cabelo e bons profissionais em Curitiba

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Na última semana, depois de meses ensaiando, eu finalmente mudei o meu visual. Eu e meu cabelo temos uma história de vida gigante que conta com colorações erradas três meses antes do casamento, coloração errada cinco meses antes da formatura ~ mas que eu resolvi escurecer de vez e dar um tempo pra ele se recuperar ~ e assim foi desde que resolvi ser loira lá em 2008. Altos e baixos, troca de salão mil vezes, escolhas certas e erradas.

foto 3

Finalmente eu conheci dois profissionais em Curitiba que me “acalmaram” no quesito capilar. O primeiro vou falar dele só porque foi a minha inspiração que daria para tentar mais uma vez mudar meu cabelo, eu fico até hoje babando no IG dele (uma mudança melhor que a outra) é o Dudu Nunes do W Crystal. Fui pela primeira vez lá em Dezembro, mas não consegui fazer o que queria, porque pela primeira vez na vida um cabeleireiro me perguntou tudo que eu já fiz de química no cabelo, fez uma mecha teste, e viu que não ia conseguir chegar no tom que eu queria sem detonar meu cabelo. Gente eu vou falar, já fui em muito salão top aqui em Curitiba nesses meus 7 anos aqui, e foi a primeira vez que tive alguém me atendendo com essa preocupação toda. No fim das contas aquele dia ele fez uma técnica que ele chama de “apagar a raiz”, que tira aquela cara que eu não gosto de cabelo marcado com as mechas. Após isso foi feito um “tratamento” no meu cabelo e ele tirou as pontas, foi incrível a diferença nesse primeiro encontro já, cabelo macio, hidratado e sem aquelas mechas aparentes, sem dar pra ver direito onde começam as luzes e onde acaba o cabelo natural.

foto

meus preferidos do IG @dudununesw

Novamente marquei com ele três meses depois, que foi o prazo que ele disse que meu cabelo estaria maior para ele conseguir deixar como eu queria, mas meu horário era 18h00 e para fazer o que eu queria iria demorar muito e não daria tempo, fiz uma outra mecha teste ele viu que ainda quebraria muito, fora o mundo de cabelo que eu tenho que só pra “armar” (colocar todo o papel alumínio com o produto) leva cerca de 2 horas e mais 1 hora e meia para o produto agir.

No final das contas eu fiquei um pouco desanimada de ter ido 2x e nada e fui procurar outra pessoa que eu confiava no trabalho, e essa foi a Priscila, do Expert Barigui (aquela que fez meu penteado de formatura). Conversei com a Pri, mostrei algumas fotos de inspirações e ela entendeu o que eu queria: pontas claras, raiz escura. Não era algo muito complicado a principio, mas eu juro que se não tivesse ido num bom profissional nunca teria encontrado o tom que ela fez. Custou uma tarde INTEIRA no salão, pois depois da química eu fiz uma cauterização, para dar uma amenizada no tanto que judiei (começou as 14h00 e terminou as 20h00) mas valeu a pena e eu fiquei muito satisfeita com o resultado.

foto 2

eu sempre demorava um mês pra me gostar, e finalmente já sai gostando do cabelo por causa da raiz escura

 

Claro que mesmo com a cauterização e bons produtos para a química o cabelo ficou um caos, sair com ele molhado ou só dar uma secada no secador não rola mais, mas isso eu conto depois no episódio: como recuperar o cabelo depois de uma química agressiva.

certafoto

meu antes e depois no IG @priscilaeju

PS: Nesse tempo eu descobri uma coisa que nunca soube, que a progressiva com as luzes é que deixa o cabelo “laranja” sabe? Aquele tom feio que a gente se mata pra não ter, e esse foi um dos motivos para eu não ter feito em dezembro o cabelo novo, ainda tinha nas pontas uns 5 cm de progressiva, que graças a Deus não tenho mais. Se eu tivesse feito do jeito que estava ia dar diferença na tonalidade do meio pro fim do cabelo. Agora estou mantendo só com luzes e muita hidratação.

W Crystal (Dentro do Shopping Crystal, lá no último andar)
(41) 3018-0100

Expert (Dentro do ParkShopping Barigüi, no piso térreo)
(41) 3317-6191