January 2016

Meus canais favoritos de maquiagem (brasileiros)

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Eu já era louca por maquiagem e amava ver tutoriais, mesmo sem saber direito fazer aquelas maquiagens baphônicas do youtube, mas agora depois que fiz o curso de maquiagem profissional, fiquei ainda mais encantada e com vontade de aprender novas técnicas e conhecer produtos que dão aquela ajuda.

beira-do-mar

Mas eu sou CHEIA de chatices, e as vezes tenho dificuldade de acompanhar alguma canal, por me incomodar com o jeito que a pessoa fala, ou não gostar da forma que é explicado. Acho que blogueiras/youtubers acabam sendo tipo amigas, a gente escolhe ver quem sentimos mais afinidade, e por causa disso entre uma infinidade de pessoas/opções acabamos sempre nas mesmas. Por isso, hoje vim contar aqui quais são meus canais favoritos no youtube, quando o quesito é dicas de maquiagem.

#1 – Pausa para Feminices por Bruna Tavares

A Bruna é meu amorzinho em primeiro lugar. Acho as dicas dela ótimas, ela é bem meiga e parece ser uma queridinha. Gosto do jeito que ela fala, das técnicas de maquiagem e até do olho dela que é com a pálpebra gordinha igual a minha. Definitivamente é o canal que mais vejo.

#2 – Dia de Beauté por Vic Ceridono

Tá ai uma pessoa que queria como amiga! Eu AMO o jeito elegante/clássica da Vic, e assim como a Bruna, ela me agrada no jeito de falar e nos truques que passa que são “reproduzíveis”.

#3 – Marina Smith

Eu sigo a Marina desde os primórdios da internet. Sempre entrei no blog dela, e o Youtube dela também tem uns vídeos bem legais com alguns truques úteis.

#4 – NiinaSecrets

A Nina é bem conhecida e tava querendo nesse post evitar cair na mesmice de “Camila Coelho” e etc. Mas realmente gosto do jeito da Nina maquiar, e eu já usei várias dicas dela que realmente funcionaram, principalmente de produtos. 

#5 – Lu Ferraes

Conheci os vídeos da Lu em 2013,e  fico muito feliz de ver ela cada vez mais conhecida na internet. O vídeo dela com as técnicas de contorno (deixei ele aqui embaixo), e já usei alguns trechos desse vídeo em aula do meu curso, para dar alguma ideia para as minhas alunas.  

#6 – Bruna Malheiros

Acho as makes dela bem lindas e gosto da forma que os vídeos são filmados me agradam muito também.

Bom acho que são esses os meus canais favoritos, pelo menos dos últimos tempos, como já disse eu gosto de outras pessoas, mas queria não dizer só as possibilidades óbvias, e preferi deixar quem mais eu tenho visto.

Viciada em séries: Modern Family

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Fazia tempo que eu não via uma série (nova) sem parar, no maior vício do mundo. E assim está sendo com “Modern Family”. Depois de assistir How I met your mother pela milésima vez (agora nas férias assisti ainda mais) resolvi buscar algo “novo”. Na verdade essa série nem é nova, só na minha vida mesmo, pois foi lançada em 2010. Os episódios são de 22 minutos, então não é minha culpa se dá pra assistir uns 10 por dia, são muito curtos!!! Hahahaha.

MF2
poster da primeira temporada

Alguns amigos já haviam me falado sobre ela, mas nunca liguei muito e esperava algo bem diferente, pra minha sorte fui surpreendida positivamente. Como o título sugere, o tema é uma família nada tradicional, o patriarca deles Jay é divorciado e está na casa dos 60 anos, é um típico americano tradicional, meio mal humorado e com alguns preconceitos, mas acabou casado com Glória (Sofia Vergara <3) uma mulher quarentona super sexy, colombiana bem estereotipada e divertida. Ela tem um filho de outro relacionamento que vive com eles, o Manny – que é um fofinho. Além disso, Jay tem mais 2 filhos adultos do seu primeiro casamento, a Claire – mãe de três filhos (Haley, Alex e Luke) e esposa de Phil, e o Mitchell vive com seu companheiro Cameron em uma relação homoafetiva, e logo no primeiro episódio aparece eles levando para os EUA a filha adotiva Lily, nascida no Vietnã.

2012-10-31-taylorcolemillermodernfamily2

Eles estão sempre reunidos e a vida de todos parece um drama sem fim, mas não drama do tipo vou me matar, e sim do tipo “tudo-vira-tempestade-em-copo-d’água”. Eu morro de rir a cada episódio e estou mega apegada a todos os personagens. A minha preferida é a Glória, adoro ela gritando JAAAAAY, e o jeito escandaloso dela.

Pra encerrar o post vou colocar a foto “dela” que tirei no museu de cera em Las Vegas, quando eu nem imaginava ainda o amor que ia sentir pela personagem dela HAHAHA.

IMG_0512

Como foi estar na neve pela primeira vez

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Faz MUITO tempo que não apareço por aqui, na verdade acho que foi a primeira vez que fiquei quase dois meses sem dar as caras! Mas eu tenho feito tanto post para o blog da Just for Brides e para a Revista Mariée, que mesmo amando esse cantinho só meu, quando tenho tempo livre eu evito ficar no computador.

Bom, eu quero fazer alguns posts sobre a viagem que fiz agora no fim do ano com meu marido, passamos Natal e Ano Novo nos Estados Unidos e fizemos uma maratona de cidades, passando por: Miami, Davie, Orlando, Salt Lake, Provo, Las Vegas, Park City e Heber, isso em 3 Estados diferentes! Mas a pergunta que mais ouvi quando cheguei aqui foi “como foi a neve/o frio?”

Olha, eu vou dizer, já passei muito frio aqui em Curitiba! Até porque as casas brasileiras não são preparadas para o frio (nem para o calor) então é ÓBVIO que lá estava bem mais frio do que todo o frio que já senti antes, mas a gente não ficava TANTO na rua.

IMG_4120 IMG_4139 IMG_4230

O que achei mais difícil foi deixar meu pé quente, eu não comprei aquelas botas estilo Ugg e eu me arrependi MUITO disso, porque um dia usei a de uma amiga e foi um dos dias que aguentei ficar mais tempo na neve, sem pensar que meus dedos estavam gangrenando (drama queen). Ou seja, se você estiver com as camadas certas de roupa e uma boa bota, a neve é bem suportável.

IMG_4147
No primeiro dia eu ficava afundando meu pé em toda neve que encontrava, até ficar com os dedos congelados, nesta foto (cortaram nossos pés ¬¬) mas estávamos com os pés afundados na neve.

IMG_0283

Eu cheguei em Utah dia 25 de dezembro, e fiquei com um casal de amigos que mora em Provo. Todas as lojas estavam fechadas, e nós passamos o nosso almoço de Natal em um fastfood chamado Denny’s (DE-LI-CI-A) hahaha. Foi BEM divertido, e foi bem emocionante chegar lá e ver a cidade inteirinha branca, eu nunca tinha visto nada parecido, então eu não cansava nunca de olhar para fora e admirar aquela paisagem.

Nosso almoço de Natal
Nosso almoço de Natal

Tivemos a sorte de pegar muita neve caindo, então deu pra aproveitar bem o meu primeiro contato com ela. A parte ruim é que antes de estar em Utah eu estava na Flórida, então o frio foi bem chocante, já que mesmo sendo inverno peguei um calor em Miami e Orlando. Então mesmo eu querendo curtir muito, rolar na neve, fazer um Olaf (hahaha) eu não tinha condições, porque não dava pra raciocinar direito no frio, eu só pensava em ir para um ambiente fechado e me aquecer. O máximo que fiz foi ficar de boca aberta comendo floquinhos de neve, hahaha, bem madura, eu sei.

IMG_4195
A decoração da cidade para o Natal estava maravilhosa

Nos próximos posts conto mais detalhes, espero que vocês gostem de saber um pouco mais da viagem e não achem ruim dos próximos posts serem monotemáticos.