Popcorn time: 3 filmes do fim de semana

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Esse final de semana vi 3 filmes bem legais no Popcorn Time (já falei sobre esse programa/app AQUI). Sempre é muito difícil escolher o que assistir, porque são tantas opções que acabo me perdendo, então acho que ajuda muito posts como este, pois sempre que quero ver algum filme vou atrás de opiniões em outros blogs, agora chega de enrolação e vou falar dos que eu vi durante o final de semana e o que achei deles:

1- Strangerland (2015)

STRANGERLAND

O filme conta com a atuação de Nicole Kidman e Joseph Fiennes, um casal com dois filhos que acaba de se mudar para o deserto australiano, o filme envolve alguns mistérios sobre a família do casal, o envolvimento romântico da filha adolescente com o ex-professor, e o sumiço repentino e inexplicável da filha e do irmão mais novo. É um filme que prende a atenção, mas me incomodou um pouco algumas partes meio sem noção, sem explicação e confusas, não digo para largar tudo que você está fazendo agora e assistir, mas também não chega ser perda de tempo vê-lo. Nota: 2,3 estrelas.

2- The Babadook (2014)

BABADOO

Fui surpreendida positivamente por esse filme – que provavelmente se tivesse visto apenas o trailer não teria assistido. Produzido na Austrália esse thriller psicológico é intenso e cheio de momentos que te deixam sem fôlego. Acredito que esse filme foi diferente de tudo que eu já vi nessa categoria, e me fez entrar na pele da personagem. Falando em personagens os atores que dão vida a eles são incríveis, Noah Wiseman, no papel do filho Samuel, e Essie Davis, como a mãe Amelia são duas pessoas super complexas, que tiveram a vida moldada pelo acidente levou a morte do pai da família. Se você não viu, eu recomendo com certeza. Nota: 4,5 estrelas.

3- Begin Again (2014)

trailer-for-once-directors-new-film-begin-again-with-mark-ruffalo

Conta a história da ex-namorada (Keira Knightley) de um cantor que está começando a ficar famoso (interpretado por Adam Levine <3), que tem um super talento para compor, tocar e cantar, mas que até o fim da relação vivia na sombra do namorado. O término e a apresentação em um bar quase forçada por um amigo, faz com que ela conheça um produtor musical (Mark Ruffalo) que estava também com a vida tão bagunçada quanto a dela, e eles começam a gravar um álbum de forma diferente em vários pontos da cidade de NY. A trilha sonora é deliciosa, cheia de músicas fofas que passarei muito tempo ouvindo, além da história ser bem gostosa de acompanhar. Nota: 3,5 estrelas.

comentário(s) via Facebook • Comentar

1 comentário • Comentar

  1. Monique Responder

    Baixamos o popcorn time! Mas ainda não assistimos nada por ele. Pelo menos já temos várias dicas de filmes por aqui =*

Deixe seu comentário