February 2015

O que fazer em Curitiba: The Kettle – a casa de chá

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Ontem eu conheci um lugar aqui em Curitiba que eu queria ter ido faz tempo já, mas quando fui estava fechado e esqueci completamente de tentar ir outro dia. Então tive a sorte de uma amiga ter sugerido lá para nosso programa de mulherzinha. Lembra quando comentei aqui meu amor por chás? Então pensem que eu estava no paraíso nesse lugar: uma casa de chá com milhares de opções/sabores, uma decoração super fofa – com carinha de casa de vó, e um cardápio bem gostoso com várias opções salgadas e doces.

IMG_5717

IMG_5714 IMG_5711

Depois de vários minutos olhando o cardápio de trás para frente, eu escolhi um Wraps Fondant (carne  desfiada, queijo emmenthal, cebola na manteiga e agrião) que estava DI-VI-NO. A minha amiga preferiu quiche de alho poró, que também estava ótimo.

IMG_5706 Eu só lembrei de tirar foto depois que comi o primeiro pedaço, hahaha desesperada e ansiosa

A minha sobremesa foi Cheescake  de frutas vermelhas – uma receita nova-iorquina e tudo isso foi com a companhia do meu chá “Paraíso de frutas” sabor de morango e damasco, com flores de hibisco, pedaços de maçã, rosa mosqueta, zimbro, casca de laranja e morangos.

IMG_5709

Se você ficou curioso para saber mais opções de chás o cardápio deles está disponível online clicando aqui. E agora eu to ferrada porque vou querer ir lá sempre até ter provado todos os chás, e depois vou precisar ir para repetir os preferidos, hahaha.

IMG_5712

O que é esse lustre de xícaras e pires? <3

PS. As fotos foram tiradas com iPhone, então estão sem uma qualidade muito incrível.

Serviço
Endereço: Alameda Prudente de Morais, 836 – Mercês
Telefone: (41) 3233-1978

Viciada em séries: Better Call Saul

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

O que dizer dessa série que está apenas no quarto episódio e já considero pacas? A minha favorita da vez chegou ao Brasil dia 09 de fevereiro, e está disponível no Netflix. “Better Call Saul” é uma comédia derivada (spinoff) de Breaking Bad – feita pelo mesmo criador Vince Gilligan, e acompanha a vida do advogado Saul Goodman (Bob Odenkirk) quando ainda atendia pelo nome de Jimmy McGill.

_1395409061

O personagem parece ter um imã para atrair coisas ruins e gente do pior tipo, mas a melhor parte da série são as armações e golpes que ele faz para conseguir dinheiro e destaque. Ele tenta (a maior parte do tempo) ser honesto e ético, mas nem sempre é isso que acontece. A vida dele é super ferrada, ele tem um carro caindo aos pedaços, o escritório dele é nos fundos de um salão de beleza e ele não consegue atrair os clientes.

150129_TV_BetterCallSaul.png.CROP.promo-mediumlarge

Bob Odenkirk consegue arrancar risos mesmo em cenas mais tensas, pela forma em que atua. O personagem parece que está sempre tentando enrolar alguém (e geralmente está) e tem uma forma divertida e até meio “perdida” de falar. Em BB eu já era fã dele, agora fiquei mais ainda.

Os episódios novos vão ao ar toda segunda-feira, e a primeira temporada tem dez episódios. A notícia boa é que a série já foi renovada e a segunda temporada contará com treze episódios. Confira o trailer e entenda porque essa série é imperdível:

Algumas diferenças entre Curitiba e São Paulo (vocabulário)

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Estava com essa ideia de vídeo guardada faz tanto tempo, que resolvi trazer na minha volta ao youtube. No fim das contas foquei mais em algumas expressões e gírias usadas aqui, como piá, penal, vina e sinaleiro.

IMG_2691

Ainda faltou muita coisa mas o vídeo iria ficar enorme e cansativo, então no próximo eu falo mais sobre outros aspectos que não sejam só o vocabulário, mas vou contar também algumas curiosidades (para quem é de fora) como a deliciosa “Carne de Onça” – que não é feita de onça.


Espero que tenham gostado do vídeo e quem não se inscreveu no meu canal, corre lá e se inscreve clicando aqui.

Oscar 2015 – Meus preferidos

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Ontem teve a tão esperada cerimônia de entrega do Oscar e eu estava eufórica acompanhando tudo, desde que começou a chegada dos artistas ao tapete vermelho. Apesar das críticas negativas que li, gostei muito da apresentação do Neil Patrick Harris, também adorei a ideia do “AskHerMore” aderida pelas atrizes cansadas de serem entrevistadas para falar somente sobre os vestidos, cabelos e maquiagens, enquanto para os atores são feitas perguntas sobre suas carreiras e projetos.

O filme premiado felizmente foi um dos poucos que consegui assistir, e fiquei muito feliz com a escolha. Bom, agora vamos falar dos looks baphônicos, porque eu quero deixar aqui registrado os meus favoritos desse ano.

Emma Stone vestiu Elie Saab (eu tenho uma adoração por essa atriz, acho uma boneca e super engraçada #Emmavamosseramigas?)

x700

Reese Witherspoon vestiu Tom Ford

x700 (1)

Rosamund Pike vestiu Givenchy

x700 (2)

Anna Kendrick vestiu Thakoon (e me matou de orgulho cantando <3)

x700 (3)

Jennifer Lopez vestiu Elie Saab (e sambou na cara das novinhas)

x700 (4)

Jennifer Aniston vestiu Versace (Jenni, miga: eu te amo, mas você tá sempre com um olhar tão cansado e tristinho… Vem cá me dar um abraço)

x700 (5)

Lupita Nyong’o vestiu Calvin Klein (eu sou obcecada por pérolas, se vejo esse vestido na minha frente provavelmente teria um ataque do coração)

x700 (6)

Zoe Saldana vestiu Versace

x700 (7)

Margot Robbie vestiu Saint Laurent

x700 (8)

A maior surpresa da noite para mim foi a Lady Gaga cantando maravilhosamente me deixando completamente arrepiada com a sua voz destruidora mesmo hein, viada!!!

Quem perdeu confere aqui:

Último comentário: eu amo essa vibe que estamos vivendo no mundo da maquiagem, onde você passa dez horas se maquiando para parecer que está com pouca maquiagem e nasceu linda assim. Beleza natural fake é vida <3

10 curiosidades sobre mim

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Eu vi essa ideia no Instagram e acho lá um lugar tão pequeno para escrever tanto que trouxe para cá. Lá eram 5 fatos e eu já aumentei para 10, hahaha.

B JESSICA BLASZCYK 187

1. Eu sempre confio demais nas pessoas, me entrego em todos os meus relacionamentos e mesmo quebrando a cara sempre é mais forte do que eu acreditar no melhor das pessoas, já dei segundas e terceiras chances e tento até o fim, mas quando chega o limite dai eu desisto de um jeito inexplicável.

2. Sempre tive alergia a tudo, poeira, pêlos de animais, tapete, cortinas. Os médicos diziam que eu não poderia usar perfume nem nada com cheiro, todos os meus produtos deveriam ser neutros. Uma vez tive que tomar benzetacil de tão mal que fiquei por estar na casa de uma amiga que tinha 3 gatos. Hoje eu tenho gato e minha alergia não é mais tão forte, mas eu prefiro anti alérgicos do que não ter o meu gatinho.

3. Nunca fiquei muitos anos em uma mesma escola e acabava sempre tendo que fazer novos amigos e me adaptar a escola e professores novos. Acho que isso acabou ajudando muito na minha vida, porque me adapto muito bem a mudanças. Foram 9 escolas da pré escola ao ensino médio.

4. Sempre tive facilidade para falar em público, fosse em apresentação de escola ou falar com pessoas que não conheço, apesar disso sou TÍMIDA e ninguém consegue acreditar. Eu fico nervosa e até passo mal, eu ter facilidade na comunicação não me faz menos tímida, mas como nunca deixei isso me segurar ninguém acredita nessa minha característica.

5. Sou a filha do meio de seis irmãos. As pessoas sempre ficavam chocadas de saber que eu tenho tantos irmãos (todos por parte de mãe e tenho mais alguns por parte de pai, hehe) e quando estamos os 6 juntos não parece que é tanta gente assim, acho super pouco!

6. Desde criança eu sou viciada em leite. Praticamente a minha vida toda eu tomei leite com Nescau (ou Toddy) no mínimo uma vez por dia, já tomei um litro em um dia (e não foi só uma vez não, hahahaha).

7. Antes de fazer vestibular para jornalismo eu prestei para fotografia. Não tive muito apoio e fui procurar outra área, então pensei em algo que tivesse duas paixões minhas: fotografia e comunicação. No fim descobri que jornalismo era a melhor coisa que eu poderia ter escolhido para mim.

8. Amo ler e escrever desde que me entendo por gente. Era daquelas pessoas que passavam o dia devorando livros na infância, e lia Harry Potter em no máximo 3 dias cada livro (alguns li em muito menos tempo que isso). Quanto a escrever eu sempre tinha agenda e diário que eu contava absolutamente tudo e colava coisas que achava legal para não esquecer mais hahaha. Tive esses diários até alguns anos atrás, mas fiz uma limpa e resolvi me desapegar.

9. Um dos maiores vícios da minha vida é música, não consigo viver sem. Eu ouço quando estou desanimada, ouço quando estou feliz, para cozinhar, quando estou sozinha, quando preciso criar coragem para levantar da cama e me arrumar eu coloco alguma música bem animada e funciona na hora. Na academia a mesma coisa, só ligar alguma música que gosto muito e eu consigo correr tranquilo.

10. Tenho déficit de atenção, hiperatividade e ansiedade. Como se não bastasse tudo isso (ou por causa de tudo isso) minha memória é um fiasco. Não lembro de várias coisas que já aconteceram comigo, e acho que tenho até facilidade para perdoar tanto as pessoas por não lembrar muito bem as coisas e como elas aconteceram.

Jessica CI
Bom, essas são as 10 coisas que a maioria das pessoas que eu convivo não sabem sobre mim. Espero que tenham gostado de me conhecer mais :)