August 2014

Melhores lugares para comer hambúrguer em Curitiba + CWBurguer Fest

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Esse post estava anotado mentalmente fazia meses, o motivo é bem óbvio: sou obcecada por hambúrguer, é de longe minha comida preferida no mundo (já roubou o lugar da até então líder: a pizza), e para a minha sorte eu vivo em uma cidade em que você tropeça em hambúrgueres, mas eu só fui perceber isso depois que um amigo meu de São Paulo me disse que “Curitiba só tem hambúrguer para comer”, na hora eu desmenti ele super indignada, a gente tem MUITO restaurante bom por aqui, e de todo tipo de comida, mas realmente temos acesso a uma variedade enorme de hambúrgueres gourmet, felizmente.

Para ajudar, semana passada começou a terceira edição do Cwburguer Fest, que é um evento onde 47 restaurantes escolheram um (ou dois) hambúrguer para ser vendido com acompanhamento a um preço único de R$ 24,90. Ou seja, até dia 07 de setembro você tem muitos lugares legais para conhecer com um preço incrível e a lista dos participantes e do cardápio disponível estão nesse link aqui.

Agora vou listar por ordem de preferência os 5 melhores lugares em que já comi hambúrguer em Curitiba. Meu maior problema é que a lista toda hora muda as posições, mas vou fazer a atual, ok? Que mudei na sexta passada, hehe.

  1. Guiolla

O Guiolla entrou na minha lista em primeiro lugar porque além do hambúrguer ser maravilhoso, os atendentes são super simpáticos e de sobremesa tem a melhor torta que já comi nessa vida (não vou lembrar o nome exato, mas era uma de doce de leite), e para os fãs de sorvete eles oferecem sorvetes italianos tops. No festival agora eu comi o duplo, mas eu também sou fã do Hamburguer de Costela (Gourmand 33) e você pode escolher de acompanhamento fritas ou onion rings, as duas opções são ótimas e não vem pingando óleo e olha que não é de todo lugar que eu gosto. Ah, e se sentir penso na consciência depois de comer tanta deliciosidade da para tomar um suco detox. Pontos negativos: estacionamento é pago e o ketchup e mostarda são de uma marca que eu não gosto muito, eu prefiro Heinz, mas dai já é frescura minha mesmo. Dica: especifique bem o ponto que você quer na carne, a primeira vez veio crua dentro e eu reclamei no final, mas ainda assim por ter achado gostoso dei mais uma chance e voltei lá, sempre especificando que queria a carne sem sangue por dentro, e assim ele pulou na minha lista para primeiro lugar.

Guiolla - Hamburguer

  1. JPL Burguers 

Ainda me sinto mal por ter deixado o JPL em segundo, queria que esse também fosse primeiro lugar, mas tá na lista e isso que importa, haha. Aqui você encontra drinks deliciosos como cosmopolitan, Long Island Ice Tea (uma drink enorme e não é chá não, peçam!) e todos os hambúrgueres que já comi lá foram excelentes. Eu geralmente procuro a opção que tenha bacon, mas sou do tipo que também come um pedaço dos colegas e nunca comi nada que eu não tenha gostado. Ponto negativo: não tem estacionamento, tem que parar na rua ou nos estacionamentos da rua. Dica: quem gosta de cerveja (não é meu caso) tem uma variedade bem legal para escolher de cervejas artesanais. Durante a semana tem double de hambúrguer e de bebidas.

JPL Veggy-Vegas

  1. O Barba Hamburgueria 

Aqui o ambiente é legal e o tema desse bar são os piratas, sereias e barcos, as músicas são ótimas (Rock), as pessoas que frequentam são desde um público bem alternativo até famílias, não é a toa que o Barba está sempre cheio. O legal deles é que tem as opções de sanduiche (o pão com os acompanhamentos como os queijos, cebola, tomate, molhos e tal) e você coloca qualquer uma das carnes dentro desses sanduiches (bovinas ou vegetarianas).  Os nomes são inspirados em piratas e você encontra opções como Francis Drake (pão, a carne que você escolher, cebola frita com molho inglês e queijo cheddar), Capitain Hook (com cream cheese – eu amo esse), e o Mary Read  (com molho barbecue e queijo provolone – também está nas minhas opções preferidas).  Pontos negativos: as vezes você não consegue mesa ou não consegue nem entrar de tão cheio. Dica: chegue cedo!

  O barba

  1. Dom Corleone

O lugar é incrível, nós que amamos “O Poderoso Chefão” achamos o máximo vir aqui pela climatização do lugar. Os preferidos são o “Godfather” (150g de carne, cebola, tomate, batata palha, bacon, cheddar e mussarela) ou o “Fight club”. Pontos negativos: eu não gosto muito da região onde fica o bar, por isso eu prefiro pedir delivery ou passar e pegar o hambúrguer e comer em casa, mas como demora muito eu ligo antes quando quero eu mesma pegar e já peço. Dica: terça-feira tem double de hambúrguer.

domcorleone

  1. Madero 

Esse não podia falta na minha lista, já que são quase meus pais, de tanto que já me alimentaram! É o único lugar que eu já fui 5 vezes na mesma semana (literalmente, já almocei e jantei no mesmo dia inclusive) e ainda assim nunca enjoei. O pão sempre crocante, a carne sempre no ponto certo e o atendimento a maioria das vezes bom. Eles acabaram de mudar o nome dos hambúrgueres então não estou muito certa qual seria a denominação correta, mas os meus favoritos são: Angus e Cheese Bacon. Ponto negativo: estacionamento pago (e bem pago). Dica: Happy Hour de segunda a quinta-feira com as bebidas selecionadas pela metade do preço, sobremesas e hambúrgueres com preço especial.

MADERO

BÔNUS – Outros lugares que eu gosto de comer hambúrguer são: Outback, NY Café, Kharina, Memphis, The Fifties e Waldo X-Picanha. Mas esses eu deixo para contar melhor numa próxima lista.

Imagens: Divulgação

Curso consultoria em imagem e estilo – Como vim parar aqui?

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Quem me acompanha no Instagram (@oliveirajessica) viu que há algumas semanas atrás eu postei fotos no curso de Consultoria em Imagem e Estilo que fiz em São Paulo – na faculdade Belas Artes. Esse curso surgiu numa hora completamente inesperada/ideal da minha vida: ano passado eu havia visto que esse curso estava aberto na BA, e não me inscrevi… Meses depois procurei o curso de novo e estava fechado, mas coloquei meu e-mail naquele campo que diz que se abrir turma eles irão te avisar. Bem na última semana no meu ex-emprego chega o e-mail da faculdade me dizendo que havia aberto a turma e as aulas começariam um dia depois da minha volta dos EUA, prazo exatamente perfeito para eu poder começar o curso sem perder nada, já que seria um curso muito rápido eu nem podia me dar esse luxo.

10520630_738822482846511_7685364614242361417_n bônus do curso – fazer amizades que parecem da vida toda <3 só gente talentosa, querida e criativa

A minha ideia inicial era usar o conhecimento do curso para mim mesma, para os vídeos e também para o blog, mas depois de me aprofundar nesse universo eu acredito que esse seja o rumo que eu quero tomar na minha vida de agora em diante. Claro que para isso acontecer ainda tem muito chão, eu já comprei vários livros sobre moda, estou estudando todos os dias sem exceção, vendo muitos programas como “How do I look?” e “What not to wear” (sei que o estilo das americanas é diferente do nosso, mas sempre aprendemos alguma coisa legal vendo esse tipo de programa).

IMG_1323 IMG_1317

alguns dos meus novos companheiros

A parte difícil para mim até agora está sendo encontrar o equilíbrio e me libertar de algumas regras para repassar os conhecimentos. Como comentei nesse post aqui eu acho que cada um deve usar o que te faz sentir bem, então eu detesto dizer: faça isso ou não faça aquilo (afinal quem sou eu, né?)

Ainda sobre o curso, é impossível sair de lá e imediatamente atuar na área, a não ser que você já tenha formação em Moda – que não é o meu caso – então sei que meu caminho vai ser mais longo, mas posso dizer que tudo que aprendi lá me deixou maravilhada e ansiosa para viver nesse mundo completamente novo para mim, e me sinto na direção certa. Mês que vem tenho um curso focado em coloração pessoal para fazer, em outubro irei começar outro curso mais aprofundado na área (com duração de dois meses) e já tenho um workshop em vista no mês de novembro. Curso é o que não falta, e é bem importante nessa área estar constantemente atualizado.

Agora vou contar um pouquinho bem resumido de algumas das coisas que mais gostei de ter aprendido no curso:

Campo de atuação profissional: aqui a gente aprendia quais são as possíveis áreas de atuação de um profissional dessa área e tínhamos várias outras ideias incentivadas pela professora para pensarmos fora do básico e do que já existe por ai, explorando os mais diversos nichos de mercado.
Montagem do dossiê: aprendemos como montar o dossiê da cliente, como analisar o estilo de vida, o que ela gosta, o que não gosta, para a partir daí dar as sugestões de looks, e etc.
Questionário do cliente: é a partir desse questionário que é possível entender o que o cliente busca, como é o estilo de vida dele, tornando possível começar o trabalho de consultoria.
Harmonias de cores no aconselhamento de imagem e suas escolhas de acordo com o efeito pretendido: cada cor tem um impacto, podendo passar uma imagem de autoridade, delicadeza, sofisticação, e de acordo com cada ocasião será necessário encontrar a cor ideal que irá refletir a imagem que você quer passar.
A relação do consultor de Imagem com o cabeleireiro e maquiador: um consultor nunca trabalha sozinho, seus parceiros podem ser visagistas, dermatologistas, dentistas, e tudo isso vai depender da necessidade de cada cliente, por isso é muito importante conhecer um pouco da atuação de cada um desses profissionais para saber indicar o correto para o cliente.

10464292_548388295288137_2829842151942702763_n

Eu espero de verdade poder ajudar cada um que está acompanhando o blog a se encontrar e se sentir melhor consigo mesmo, sem precisar gastar horrores e sem perder a sua identidade.

Nos próximos posts eu vou falar:
O que é consultoria de imagem e estilo?
Existe diferença entre consultor de imagem e estilo e personal stylist?
Como você pode começar?

Não perde, não!

Harry Potter no Universal Studios e Island of Adventure – Orlando

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

 

IMG_0650

Por motivos de amor eterno ao Harry Potter, eu quis fazer o post sobre as atrações dele dentro dos parques da Universal separado. Eu preciso confessar aqui, mesmo sabendo que algumas amigas sentirão vergonha de mim: eu sou apaixonada por Harry Potter desde que lançou o primeiro filme (eu devia ter uns 11 anos) e desde que assisti ao primeiro, comecei a ler os livros conforme iam sendo lançados e era aquela febre de ler o livro todo em menos tempo – nunca levei mais que dois dias para ler um.

IMG_0656

 

Então, fica meio redundante dizer que por mais que eu ame a Disney e seus personagens, meu coração batia mais forte cada vez que eu pensava que finalmente iria conhecer Hogwarts, Hogsmeade e para a minha alegria o Beco Diagonal – a inauguração dessa nova área com aconteceria na mesma semana em que eu chegaria lá – quase infarto né.

Bom antes só para quem ainda não conhece entender melhor, até o começo de julho desse ano a área dedicada ao Harry era no parque Island of Adventure (um dos dois parques da Universal) e agora o Universal Studios também tem uma área exclusiva com a nova atração.

IMG_0665 IMG_0641

O que você encontra em cada área?

Na parte “antiga” que foi inaugurada em 2010, é possível encontrar o castelo de Hogwarts com 215 metros de altura e dentro dele é o brinquedo “Harry Potter and the Forbidden Journey” que é um simulador incrível e até então era o brinquedo mais procurado do parque. Dentro do castelo enquanto se está na fila é possível ver os quadros que falam, holograma dos personagens a estufa e vários outros detalhes perfeitos e idênticos aos do filme.

Dragon Challenge é uma montanha russa e você pode escolher entre a azul e a vermelha (a azul seria a mais light e a vermelha a mais hard core), nessa montanha russa você vai com os pés soltos e achei ela bem forte, e ela representa a primeira prova com os dragões no Torneio Tribruxo. Já a Flight of the Hippogriff é uma atração voltada mais para os menores, onde eles se sentem voando em um Hipogrifo que sobrevoa a cabana do Hagrid e a plantação de abóboras.

Em Hogsmeade, assim como no filme você encontra lojinhas como a Dedosdemel para comprar sapo de chocolate, feijõezinhos de todos os sabores, e vários outros doces famosos no filme. Você encontra em vários pontos também as famosas cervejas amanteigadas (eu achei MUITO doce, mas tive que experimentar) e o suco de abóbora.  Se você precisa desde uma Nimbus 2000 até uma varinha mágica, com certeza encontrará em algumas das várias que existem lojinhas aqui. Também tem várias pelúcias fofíssimas, amor puro.

IMG_0653 IMG_0655 IMG_0676 IMG_0674 IMG_0661 IMG_0660 IMG_0668

O Expresso de Hogwarts e o Beco Diagonal

Se você comprar o ingresso park-to-park você pode sair e entrar nos dois parques em um único dia e somente com ele você terá direito de entrar na plataforma 9 ¾ e andar no trem que leva você de Hogsmeade ao Beco Diagonal. O expresso é uma aventura a parte e você vê pela janela do expresso o trajeto até a escola, ou se você estiver indo sentido contrário mostra o caminho indo para a casa com o Hagrid dando tchauzinho na janela e tudo. O que achei incrível é que de um lado tem essa janela onde acontecem várias surpresas como dementadores, e os gêmeos Weasley, do outro lado tem a porta (por onde você entra) e você vê a sombra e ouve o Harry, a Hermione e o Rony conversando <3 (morri).

IMG_0696 IMG_0687

O Beco Diagonal ficou de tirar o folego e eu fiz um vídeo (vou deixar no fim do post) que é possível ver a entrada de lá, onde parecemos estar em uma rua tranquila de Londres, sem muito movimento, e escondido em uma das entradas está aquele mundo mágico. Lá existe a nova atração: Harry Potter and the Escape from Gringotts (que estava com a maior fila de todas 240 minutos de espera) e é um carrinho multidimensional (você usa durante o trajeto um óculos 3D) e percorre os labirintos do banco de Gringotes, e se vê cara a cara com você-sabe-quem #medo #socorro, sério a galera saia do brinquedo aplaudindo a atração, quase rolaram lágriminhas dos meus olhos, posso morar lá?

IMG_0727

IMG_0823

Outras lojas legais que você vai encontrar no Beco: Ollivanders: o melhor lugar para comprar sua varinha mágica! Knockturn Alley: um beco super escuro dedicado a venda de artigos para realizar as Artes das Trevas. Weasleys’ Wizard Wheezes: a loja dos gêmeos que vende todo tipo de peça que eles adoram pregar nas pessoas. Madam Malkin’s Robes: especializada em roupas e fantasias. Wiseacre’s Wizarding Equipment: onde é possível compra o seu material escolar para o início de mais um ano letivo em Hogwarts.

IMG_0726 IMG_0728 IMG_0737 IMG_0739 IMG_0722 IMG_0723

IMG_0744

Na parte de fora do Beco está o Knight Bus e fica o motorista desse ônibus ao lado da “cabeça falante” para conversar com os visitantes. Se eu não estivesse com o meu marido eu juro que teria dedicado um dia inteiro somente para curtir as lojas do Harry Potter, mas o resto do parque também é muito legal e tem muita coisa para aproveitar, mas isso é assunto para outro post. Então nos vemos muito em breve!

 

Disney – Epcot: quarto parque

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Finalmente chegamos ao Epcot, um parque com tema futurístico e trazendo também o conceito de união das nações. Nesse parque você vai encontrar alguns poucos brinquedos, em compensação uma infinidade de coisas para conhecer. A divisão do parque é feita em apenas 4 áreas, sendo elas o Future World Leste, Future World Oeste, Showcase Plaza e o World Showcase, que é a maior área do parque onde ficam os pavilhões representando os países, com lojas, comidas e pessoas vindas diretamente do país representado. Outra coisa legal é que aqui as princesas ficam no país que elas representam e assim você fica sabendo de onde veio cada princesa como a Branca de Neve que fica na Alemanha, a Jasmine em Marrocos, a Bela na França, Mulan na China e assim vai…

IMG_0501

A notícia ruim que eu tenho é que esse foi o dia da viagem que mais choveu, então a partir do Japão eu guardei a minha câmera e só fiz fotos com o celular. Os países que eu mais gostei foram Marrocos pelo cenário, a Noruega pelo brinquedo e a Itália pela comida (gordinha) e eu me surpreendi que até a água que eles usam para fazer a massa da pizza é vinda da Itália. Incrível né? Ah, e a pizza era deliciosa, pedimos para duas pessoas, mas daria fácil para três.

México: tem um brinquedo que eu não fui, mas no folheto descrevia como um “suave passeio de barco”, também tinha lojinhas com várias quinquilharias coisinhas e comida, comida e mais comida.

IMG_0530 IMG_0536

Noruega: o brinquedo desse país foi bem legal, era um passeio de barco pelas paisagens da Escandinávia. Ah, e descobri que foi esse país que inspirou a criação de Frozen. Fora isso eles têm dois restaurantes e um deles é o Akershus Royal Banquet Hall, onde é possível encontrar algumas das princesas mais populares da Disney, e como tem princesa não se esqueça de fazer reserva se quiser almoçar ou jantar por lá.

China: a paisagem da China é incrível, da vontade de tirar foto de tudo, como atração eles tem um filme de 15 minutos que eu não assisti por motivos de preguiça, e dois restaurantes com especiarias como rolinho primavera e frango com molho de laranja.

IMG_0550 IMG_0554

IMG_0566 IMG_0562

Alemanha: nesse espaço tinha uma lojinha e dois restaurantes com entretenimento ao vivo, um buffet de Oktoberfest e outras comidas típicas do país como bratwurst (salsicha), salada de batatas e cerveja.

IMG_0574 IMG_0569

Itália: eu e o Gustavo temos um amor inexplicável pela Itália, e como comentei antes escolhemos aqui para comer. São três restaurantes disponíveis e você encontra vinho, massas, queijos e italianos! Hahaha.

IMG_0580

Estados Unidos: olha gente, eu queria me abster de fazer esse comentário, mas não consigo… Precisava mesmo ter uma parte representando os EUA? A gente não já estava lá…? Enfim, tem comida americana como hambúrguer, cachorro quente e turkey leg (uma coxa de peru que achei meio nojenta e tinha em todos os parques aquelas pessoas comendo com a mão. Écati!) e um filme de 30 minutos sobre o passado e o futuro da Américzzzzzzzzzzzzzzzzz – não preciso dizer que nem fui né? Ok, próximo.

IMG_0582

Japão: paisagem LINDA, uma loja gigante que fiquei um tempão babando e tudo lá parecia muito legal. Tinha uma parte só da Hello Kitty, mas como já sou menina crescida me contive e só namorei as coisinhas. Ah, também tinha restaurantes com comidas típicas como sushi, cervejas japonesas, frutos do mar, teriyaki, e etc.

IMG_0583 IMG_0585

Marrocos: eu fiquei boba me sentindo literalmente em Marrocos ~ nunca fui mas sei lá, né, deve ser assim a sensação de estar lá ~ infelizmente começou a chover quando eu estava saindo do Japão e não consegui fotos que representassem o que eu estava vendo, elas simplesmente não fazem jus a realidade. Além da comida típica, todos os artigos de dança do ventre, tapetes e até lampadas mágicas você consegue comprar lá. Ao fundo do pavilhão algumas horas por dia você encontra a Jasmine, o Alladin e o Gênio.

IMG_9549 IMG_9545

França: deixamos para comer nossa sobremesa aqui na França e eu escolhi uma bomba de chocolate, enquanto o Gustavo preferiu uma torta de limão. Nesse país também você encontra como atração um filme de 20 minutos com as paisagens rurais da França, eu também não assisti então não sei se é legal. As lojas de lá são de morrer do coração, tem vinho, champagne, espumantes, perfumes… Apaixonante.

IMG_9559 IMG_9568

Reino Unido: dei uma passada bem rápida, infelizmente a Alice não estava lá quando passei, mas é aqui que conseguiria uma foto com ela, e tem uma banda muito boa que fica tocando por lá. As lojinhas têm de chá ate itens dos Beatles.

IMG_9599 IMG_9592-001

Canadá: a paisagem é linda e tem umas cachoeiras bem legais para olhar. Pena que não curti muito por causa da chuva.

IMG_9597

Melhores brinquedos: Como comentei antes esse parque não tem muitos brinquedos, mas gostei muito do Soarin – um simulador de voo de asa-delta pela Califórnia (a fila estava de 90 minutos e quando cheguei ao parque não tinha mais a opção de pegar fastpass). O Mission: SPACE que simula uma nave indo ao espaço com falta de gravidade e tudo e tem duas versões, a mais light e uma “normal”. Assusta um pouco o fato de ter saquinhos para vomitar dentro do brinquedo, então você já entra se sentindo na obrigação de passar mal. Eu fui nas duas versões e senti uma diferença gritante de uma para a outra, mas não senti enjoo nem nada (o segredo é ficar olhando pra frente/reto e não ficar balançando a cabeça e olhando pra todos os lados). Test track é um brinquedo que mostra como são feitos os testes em carros, com curvas, pista molhada e alta velocidade.

IMG_9604

Disney – Hollywood Studios: terceiro parque

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Vou começar o post pedindo desculpas, de novo, por estar enrolando TANTO para contar tudo da viagem, de novo. Eu passei uma semana péssima com uma sei-lá-eu-o-que-mas-dizem-que-é-virose e no fim não quis sair da cama, quanto mais raciocinar e escrever. Sorry! A parte boa (pra mim, claro) é que vi Desparate Housewives como se estivesse sendo paga (e muito) para isso, li muito e estou nova em folha, descansada e com toda a energia que preciso para voltar…

IMG_0469 Bom, falando ainda dos parques, para a Disney compramos pela Decolar um pacote que dava direito a ir aos 4 parques e depois repetir algum parque, e no terceiro dia fomos ao Hollywood Studios – honestamente era o que eu estava mais ansiosa para ir, depois do Magic Kingdom. Para a minha alegria não me decepcionei nada e esse foi o parque que resolvi repetir no final das contas, e não queria nunca mais ter ido embora de lá.

IMG_0244

O que me fez amar tanto esse parque? Não sei nem por onde começo, mas vou tentar dizendo que tem alguns dos melhores brinquedos que eu fui durante a viagem, que o tema dele é a magia do cinema, teatro, música e TV (poderia ter começado e parado aqui, amor demais), e porque ele tem milhares de atrações sentadas e eu como uma boa idosa adoro me divertir, mas se for sem cansar muito ai sim você vai me ver feliz de verdade, e dentro do Hollywood Studios as atrações tinham em média 30 minutos de duração, ou seja, a velhinha aqui pulou de alegria.

Além disso, como já comentei , está na época de verão lá e o tema desse parque está sendo “Frozen Summer Fun” e eu to/tava numa vibe muito Frozen, cantando “Let it Go” e “Do you want to build a snowman” oitocentas e setenta e cinco vezes por dia antes mesmo da viagem, então fiquei com cara de criança que está vendo o Papai Noel pela primeira vez na vida nesse parque, onde eu olhava tinha Frozen, o Olaf, a Ana, ahhhh, eu amo! Vou contar até um segredo aqui, o Gustavo (para quem não conhece, meu marido, prazer!) saiu de lá cantando as músicas da Frozen, SIM MINHA GENTE, a Disney faz dessas até com as pessoas mais céticas <3

IMG_0241

Melhores brinquedos

The Twilight Zone Tower of Terror: este é o momento que eu vou contra tudo que eu acreditava, já explico… Sempre tive pavor de brinquedos que simulam elevadores, e mesmo nas minhas épocas mais hard core da vida, em que eu já pulei de skycoaster e ia em qualquer brinquedo, eu nunca ia em elevadores, e desta vez fui, e adivinhem qual foi o meu brinquedo preferido? Pois é. Não sei explicar, mas talvez por não ser queda livre, ter o hotel com aquele ar de mistério e sobrenatural, eu acabei indo (tremendo dos pés a cabeça e tirando uma coragem que veio sabe-se lá de onde) e repetindo no dia que fui ao parque de novo. Amor, amor e amor por esse brinquedo.

IMG_0499

Rock’n Roller Coaster Starring Aerosmith: essa montanha russa foi uma das melhores (com certeza está no top 3) dessa viagem. E se montanha russa é bom, imagine uma em que você escuta Aerosmith? Na hora que ela arranca o movimento é tão brusco e tão intenso que fiquei uns 10 segundos sem respirar.

IMG_0249

Star Tours: simulador 3D do Star Wars bem divertido e quem é fã do filme (não é meu caso) não pode perder. Saindo de lá tem uma lojinha que é recheada de artigos do filme, uma graça.

Toy Story Mania: a maior fila desse parque você vai encontrar nesse brinquedo. Como no dia que fui lá tinha ido bem cedo, um dos meus fastpass eu usei aqui, apesar de achar a atração BEM fofa, não achei que valeria pegar aquela fila toda (em média 90 minutos) se eu não tivesse FP.

The Great Movie Ride: um passeio por várias décadas do cinema, o guia que leva o carrinho vai contando sobre as histórias dos filmes.

IMG_0431 IMG_0428

Melhores atrações

Aqui em atrações vou falar dos shows que acontecem, para isso você deve sempre pegar o “time guide” na entrada do parque para ver os horários que eles começam e onde. Ao contrário dos brinquedos os shows/atrações têm horários específicos, então é bom ficar atento para não perder nenhum.

Fantasmic: no dia em que fui ao Hollywood pela primeira vez, fui bem cedo e não aguentei ficar até tarde, por isso só vi a atração Fantasmic na segunda ida ao parque, já que ela só acontece a noite. Posso resumir a atração como um mix de projeção nas águas, teatro, fogos de artifícios e muitos efeitos epeciais. Ainda da pra ver todas as princesas lá e é tudo tão, tão, tão lindo, que se eu não fosse não teria me perdoado nunca.

Beauty and the Beast live on stage: olha minha gente, eu não sou das pessoas mais choronas que eu conheço, mas passei vergonha mesmo e chorei LITROS assistindo, pelo simples fato de que a Bela e a Fera é tão minha infância que seria impossível controlar as lágrimas. Esse musical conta em 30 minutos a história do filme e se você estiver indo para a Disney é sua obrigação passar por lá. Hehe.

IMG_0362

For the First Time in Forever: A “Frozen” Sing-Along Celabration: essa show foi incrível tanto pela “simplicidade” dele, quanto pelos atores que apresentaram. Achei bem inteligente o modo de apresentação: um casal de Arendelle (cidade da Ana e Elsa) vai contando a história do filme, muito bem humorados e com uma ótima atuação, demos muitas risadas com as performances, conforme eles vão contando, eles param e tocam uma música do filme com letrinhas no telão do palco, no maior estilo videokê, e o público é convidado a cantar junto, acaba a música o casal conta mais e assim vai… No final a Rainha Elsa aparece e pra delírio da galera canta o tão esperado Let it Go. ~o meu marido disse que ficou arrepiado nessa hora, eu por outro lado estava arrepiada fazia uns 25 minutos já~ a atração dura meia hora e no final cai neve de mentirinha.

IMG_0446 IMG_0458

Voyage of the Little Mermaid: tem A história da Pequena Seria contada num teatro coberto com váááários efeitos LINDOS com água, música e uau que atração foi essa… As fantasias e os personagens lá são perfeitos.

IMG_0485 IMG_0486

Lights, Motors, Action! Extreme Stunt Show: a preferida dos meninos, mostra como são feitos os efeitos especiais em filmes de ação com carros, fugas e explosões.

IMG_0290 IMG_0294

Indiana Jones Epic Stunt Spetacular: também mostra os efeitos usados nos filmes e você fica preso o tempo todo na atração, é bem emocionante.

IMG_0278

Bônus: o encerramento da noite e a queima de fogos no palco principal foi com apresentação e som de Frozen *.*

Hollywood Studios

IMG_0254

IMG_0265

IMG_0471

Volto muito em breve para contar do Epcot. Espero que vocês estejam gostando de ler tanto quanto eu estou gostando de escrever e relembrar dessa viagem dos sonhos.