A vida dentro do nosso próprio reality show

por Jessica Oliveira Blaszcyk em

Quantas vezes é mais importante parecer feliz do que realmente ser? Quando a gente se tornou tão dependente de registrar a vida, que esqueceu de vivê-la? Por muito tempo a fotografia foi usada para eternizar os momentos, e nada era mais gostoso que abrir uma caixa cheia de fotos e passar horas olhando para elas. Hoje até o que estamos comendo vira post na internet. Viramos reféns do nosso próprio reality show, somos nossos paparazzi e o mundo são os “fãs” que temos que dar o prazer de saber da nossa vida, nossa intimidade, que horas levantamos e que horas vamos dormir.

830463ff2b7bf08377d208fe7200c7db

Como as pessoas viviam sem essas informações tão importantes como a comida que a gente está comendo, onde estamos e com quem? Qual era a graça de conhecer novos lugares sem poder fazer checkin para todos saberem? E como as pessoas saberão que estou me divertindo muito, se eu não colocar uma foto imediatamente após tirá-la, ilustrando o quanto sou feliz?

Mas as pessoas viviam. Eu vivia, você vivia… Vivia, sentia a vida, olhava em volta e enxergava as pessoas, a paisagem, os carros… Era fácil olhar para trás e lembrar as coisas boas, as histórias divertidas, sentar com os amigos e conversar com os que estão ali, esquecer o resto do mundo e focar naquele momento único do qual você é parte. Minha dúvida é apenas uma: será que hoje passamos mais tempo sendo reais ou virtuais?

Apresentação4

comentário(s) via Facebook • Comentar

2 comentários • Comentar

  1. Lais Pestana Responder

    Amei o blog, Je! :) Fiquei um tempao nele! Parece que estamos conversando! hahaha..Parabens!!!

    1. Lá fiquei tão feliz com a sua visita e comentário! Vc nem imagina. :) Que bom que você gostou, saber disso me dá mais confiança para escrever. Beijão.

Deixe seu comentário